“Minha tranquilidade é saber que será uma coisa para vida toda, algo para minhas filhas”

Ao todo, serão 580 unidades habitacionais construídas no local e aproximadamente 2.900 sergipanos beneficiados. As casas são destinadas às famílias em situação de risco que viviam na invasão da Avenida Euclides Figueiredo, Zona Norte da capital
Ao todo, serão 580 unidades habitacionais construídas no local e aproximadamente 2.900 sergipanos beneficiados. As casas são destinadas às famílias em situação de risco que viviam na invasão da Avenida Euclides Figueiredo, Zona Norte da capital

Michele Dias representa milhares de sergipanas que celebram hoje o Dia da Mulher. Nesta data, apresentamos a história de uma mulher guerreira, determinada e que batalha por uma vida melhor. Iniciamos hoje também uma série de reportagens sobre obras do Governo em Aracaju, que beneficiam sergipanas como Michele. Acompanhe-nos!

A rotina de Michele Dias dos Santos, 27, assemelha-se a de muitas mulheres sergipanas: acordar cedo, preparar algo rápido para a família comer, arrumar as crianças para a escola e se dedicar a mais um dia de trabalho. O trabalho de Michele tem como endereço sua residência, onde ela vende frango abatido pela manhã. Mas, em breve, a vendedora, que no período da tarde também comercializa churrasquinho na Praça João XXIII, no Centro de Aracaju, terá sua rotina modificada. A novidade vem acompanhada da realização de um sonho, a aquisição da primeira casa própria.

O sonho dessa mulher trabalhadora, mãe de duas meninas, as quais ela dedica o esforço do dia a dia, Ketely, 11, e Flávia, 4, será possível graças a obra que vem sendo construídapelo Governo do Estado, no âmbito do Pró-Moradia, no Porto D’Anta, na capital sergipana.

Ao todo, serão 580 unidades habitacionais construídas no local e aproximadamente 2.900 sergipanos beneficiados. As casas são destinadas às famílias em situação de risco que viviam na invasão da Avenida Euclides Figueiredo, Zona Norte da capital. O projeto, construção e execução da infraestrutura, possui investimento da ordem de R$ 34.615.218,10, fruto de parceria com o governo federal. Destes, R$ 14.779.218,10 correspondem a contrapartida do Estado.

“Meu marido trabalha em um açougue e abate os frangos que vendo, é assalariado e eu trabalho para completar a renda. Essa vai ser nossa primeira casa própria e estou muito feliz. Agradeço a Deus todos os dias, é uma vitória. Não vou mais precisar de aluguel, chegava a pagar de R$ 250 a R$ 300 de aluguel, pois sempre procurei casas dentro das nossas condições. Minha tranquilidade vai ser essa, saber que será uma coisa para vida toda, algo para minhas filhas”, disse a moradora do Porto D’Anta.

Michele conta também que acompanha a obra e aprovou a qualidade da moradia. “Já dei uma olhada e gostei muito. Vai ser muito diferente do que morar de aluguel, até mesmo pelo espaço, o tamanho da casa é muito bom. Poderei comprar minhas coisas, investir na minha casinha, levantar um muro depois. Sem falar que é horrível ficar se mudando e não vamos precisar mais viver assim. Vamos viver melhor agora”, afirmou.

Além do concreto

Além de receber a moradia, Michele, junto às demais 579 famílias beneficiadas, participa do Projeto de Trabalho Social – PTS, desenvolvido junto à comunidade com objetivo de contribuir para o desenvolvimento da mesma, na perspectiva da elevação dos padrões de habitabilidade e da qualidade de vida das famílias da antiga Invasão da Euclides Figueiredo.

Segundo a assistente social da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), Savana Oliveira, já foram oferecidos aos moradores cursos de Educação Ambiental, Tecnologia do Pescado, Oficinas de Reciclagem, com o objetivo de gerar renda e facilitar o convívio dos futuros moradores do Residencial. Neste mês, março, os beneficiados participarão do curso de Agente de Limpeza e Conservação, com certificado pelo Senac, e em seguida será ofertado o curso de Técnicas de Venda.

“Já participei de três cursos e gostei de todos. Não participei de mais por falta de tempo. Mas eles são importantes. Como trabalho com essa comercialização, já me ajuda desenvolver a mentalidade para melhorar meus negócios”, declarou a mãe das pequenas Ketelye Flávia.

Senador José Eduardo Dutra

Em janeiro deste ano, o governador Jackson Barreto, assinou decreto nominando o residencial que está sendo construído no Porto D’Anta (Euclides Figueiredo) de Conjunto Senador José Eduardo Dutra. Uma homenagem ao político carioca, que adotou Sergipe como segunda casa e faleceu em outubro de 2015.

 

Comente: