Kitty Lima repudia loteamento de cargos públicos na PMA

“Chega de indicação por acórdão político de pessoas despreparadas e sem compromisso com a população para assumir cargos importantes na administração pública”. Foi com essas palavras que a vereadora Kitty Lima (Rede) criticou duramente o loteamento de cargos em secretarias do município por pessoas sem qualificação técnica para a função, fato que acaba refletindo negativamente nos serviços prestados à população aracajuana.

Na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), a parlamentar repudiou a política do Q.I. (Quem Indica) para preenchimento de cargos estratégicos da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) por pessoas não capacitadas para a função. “O problema é essa troca e negociação de cargos onde são colocadas pessoas incompetentes para estarem na pasta, e a população é quem mais sofre com as consequências desse joguinho político”, lamentou.

Kitty Lima chamou a atenção ainda para as dificuldades enfrentadas pelos vereadores da CMA em busca das melhorias necessárias para a população ao esbarrarem com pessoas que ocupam cargos estratégicos na administração municipal, mas que não entendem o funcionamento da máquina pública. “Nós vereadores que queremos buscar uma solução para os problemas da cidade ficamos nesse vai e vem em secretarias. Nunca temos uma resposta satisfatória e o povo acha que somos nós que não estamos trabalhando”, explicou.

Para a parlamentar, é necessária uma mudança urgente nesse cenário. “É preciso pôr um fim à essa política de troca de cargos, tipo ‘coloque um meu aí, que eu coloco um seu aí’. Temos que colocar pessoas competentes, capacitadas e comprometidas com a responsabilidade que o cargo exige, ou então a máquina pública fica estagnada e a credibilidade do Legislativo Municipal fica manchada por uma falsa incompetência”, pontuou Kitty.

Por Felipe Maceió, Assessoria de Imprensa do parlamentar

Comente: