Focada em festejos prefeitura esquece das comunidades

A defensora pública e vereadora Emília Corrêa (Patriota) levou a reclamação de moradores  bairro Suíssa, nas proximidades da Vila Militar, onde a comunidade está  assustada com a infestação de escorpiões.
Segundo relatos, em um dos casos, o animal peçonhento estava dentro do sapato de  um morador  que  foi picado.
“As pessoas perderam a tranquilidade. Para dormir precisam sacudir lençóis, travesseiros e ainda assim não dormem confortáveis. É muita falta de cuidado com a comunidade , muito descaso com o cidadão. Cadê a Zoonoses que não atende?”, questionou.
Outro problema denunciado na tribuna da CMA foi com relação à falta de manutenção das ciclovias das avenidas São Paulo, Rio de Janeiro e Heráclito Rollemberg.
“As ciclovias que deveriam melhorar a mobilidade urbana em nossa cidade se tornaram um risco para ciclistas que precisam se deslocar com o desafio de fugir dos buracos”, declarou.
Para a vereadora, o tripé que hoje move a prefeitura se restringe a festa, campanha eleitoral e os recursos que estão chegando para os festejos.
“Não há preocupação com o dia a dia das pessoas, com os problemas pequenos, na ótica da gestão.  Se essa preocupação que hoje se apresenta fosse a mesma na hora de implementar um posto de saúde, por exemplo, tudo seria diferente”, disse.
Emília ressaltou ainda que o trabalho de oposição que desempenha é, somente, em defesa da população.
“O que nós fazemos nessa Casa, ao nosso estilo, é colaborar com a gestão do prefeito Edvaldo Nogueira. A crítica ajuda a melhorar a gestão, o falso elogio só atrasa as mudanças.  Ninguém suporta mais  tanta mentira, tanta desfaçatez,  tanto interesse próprio. Podem fazer festa, o povo merece, mas não esqueçam que o cidadão está de olho”, avisou.
Ascom / EC
Foto: César de Oliveira

Comente: