CDL pede reforço policial para o Centro e comércio de bairros

Horário de abertura de lojas também será estendido a partir de dezembro

Como ocorre todos os anos, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), já solicitou do alto comando da Polícia Militar de Sergipe e à Secretaria de Segurança Pública (SSP), o reforço policial para várias áreas comerciais da cidade, especialmente Centro, Siqueira Campos, São José e 13 de julho, devido ao período considerando “pico de vendas” do final de ano, nos meses de novembro, dezembro e início de janeiro do próximo ano.

Os ofícios já foram protocolados junto ao comandante da Polícia Militar, Cel. Marconde Cabral, e ao sub-inspetor da Guarda Municipal de Aracaju, Fernando Mendonça.

Para Brenno Barreto, que preside a CDL, a PM, SSP e GM têm se mostrado cada vez mais eficientes no atendimento às solicitações dos lojistas por mais segurança nas áreas comerciais de Aracaju ano a ano, “o que tem contribuído para diminuir os casos de roubos, furtos e assaltos nos meses de maior movimentação de clientes e turistas na cidade”.

A PM sempre sinaliza com o aumento do efetivo nos comércios do Centro, Siqueira Campos, São José e 13 de julho, deslocamento de uma viatura especial instalada na confluência dos calçadões da São Cristóvão com João Pessoa, monitoramento de todas as áreas e o reforço que recebe também da Prefeitura de Aracaju, por meio da Guarda Municipal.

A CDL também enfatiza que as várias entidades do comércio, em parceria com a PMA, estarão promovendo o “Natal Iluminado” no Centro de Aracaju, com shows e atrações diárias em dezembro, inclusive com a presença física do “Papai Noel”, o que incentiva a presença de milhares de pessoas, que necessitam de comodidade e segurança para realizarem suas compras.

Horário Modificado – Um outro fato importante para a presenças da PMA e Guarda Municipal é que, além do período de maior pico de vendas, o horário de funcionamento do comércio é modificado todos os anos a partir de 1º de dezembro, sofrendo uma dilatação.

“Geralmente na primeira quinzena de dezembro as lojas funcionam até às 20h, e na segunda quinzena até às 21h, e a presença da PM dá segurança aos clientes e lojistas após o fechamento dos estabelecimentos”, pontua Brenno Barreto.

Comente: