Cabo Amintas denuncia venda de veículos roubados pela SMTT

Na manhã desta quarta-feira, 27, o vereador Cabo Amintas (PTB) usou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) para denunciar um grave caso de venda de veículos roubados a partir dos leilões realizados pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).
“Um cidadão juntou 33 mil reais e foi para um leilão da SMTT. Chegando lá, adquiriu um carro pagando à vista, como é exigência do órgão. […] Só que tem um detalhe em tudo isso, o carro era roubado! Vendido dentro da SMTT!”. O vereador explicou ainda, como foi o processo de compra deste veículo. “Dos 33 mil reais, tiram-se as multas, as taxas e o restante do dinheiro é entregue ao proprietário do veículo. O valor das multas e taxas resultavam no valor de 6 mil reais. Ou seja, sobravam 27 mil. Mas o carro era roubado!”.
O parlamentar ainda acrescenta alguns pontos questionáveis: para onde iriam os 27 mil reais pagos no momento da venda do veículo? A quem entregar o valor recebido? Cabo Amintas continuou: “Além de ser roubado, a placa que estava no veículo era clonada. Pasmem, de quem era a placa? De um funcionário da SMTT”.
Ainda durante seu discurso, o vereador se manifestou em defesa do cidadão que havia se tornado proprietário do veículo e questionou sobre as possíveis consequências que ele poderia vivenciar. “O cidadão estava em posse de um veículo roubado, e se ele fosse preso? Quem iria pagar por isso?”.
Além desse caso, o parlamentar citou mais um. “Outro cidadão comprou um carro, embora o veículo não tenha sido roubado, os vidros que estão nele são de um carro roubado”. E ainda questionou: “A SMTT é um desmanche de veículos?”.
O vereador Cabo Amintas deu seguimento ao desenrolar do primeiro caso, falando que o cidadão envolvido quer seu dinheiro de volta e, mesmo após procurar o órgão, não conseguiu falar em nenhum momento com o superintendente, Aristóteles Fernandes.
O parlamentar finalizou ressaltando o importante trabalho de fiscalização exercido pelos componentes da Casa Legislativa: “Senhores, nessa Casa tem pessoas honestas que não vão compactuar com isso”.

Foto: Gilton Rosas

Comente: