Banese é credenciado e realiza primeiro empréstimo com recursos do Fungetur

Contrato prevê liberação de recursos para empresa da área de turismo que opera na região do cânion do rio São Francisco

O Banco do Estado de Sergipe (Banese) realizou na semana passada a primeira operação de crédito com recursos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), do Ministério do Turismo. A informação foi divulgada com destaque no site de Notícias do Ministério. O contrato, assinado pelo Banese e pela empresa Transtop Locação de Veículos e Máquinas, prevê a liberação de recursos para financiamento e aquisição e montagem de 10 embarcações a motor que serão utilizadas nos passeios turísticos realizados no cânion do rio São Francisco, no município sergipano de Canindé.

O Banese está entre as sete instituições financeiras do País autorizadas a gerir recursos do Fungetur. Com novo formato, o Fundo facilita o acesso a linhas de financiamento para empreendedores do setor de turismo, principalmente para pequenas e médias empresas. Os segmentos atendidos são os de transportes turísticos, meios de hospedagem, agências de viagens, bares e restaurantes, entre outros.

Para a diretora de Crédito do Banese, Olga Carvalhaes, os financiamentos do Fungetur são bastante atrativos. “O Banese é um banco público, que tem como missão promover o desenvolvimento econômico e social de Sergipe. Por isso, foi com muita satisfação que realizamos a nossa primeira operação de crédito através do Fungetur e já estamos analisando novas propostas que deverão ser concluídas com sucesso porque o fundo dispõe de uma linha de crédito diferenciada, que oferece prazos e taxas bem atrativas”, disse a diretora.

Também o gerente geral da Transtop Locação de Veículos e Máquinas, Hugo de Oliveira Santos, considerou as linhas de crédito do Fungetur como bastante vantajosas. “Sempre tivemos no Banese, um forte parceiro.  Com esses recursos do Fungetur, a Transtop dará prosseguimento aos seus projetos e poderá continuar contribuindo para a geração de emprego e o desenvolvimento do nosso Estado”, disse o executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *