Alunos da rede estadual irão participar do 1º Simulado para a Prova Brasil

Todas as escolas da rede estadual de ensino que oferecem o 5º e 9º anos do ensino fundamental irão realizar nesta quarta-feira, 30/ Foto: Divulgação
Todas as escolas da rede estadual de ensino que oferecem o 5º e 9º anos do ensino fundamental irão realizar nesta quarta-feira, 30/ Foto: Divulgação

Todas as escolas da rede estadual de ensino que oferecem o 5º e 9º anos do ensino fundamental irão realizar nesta quarta-feira, 30, o 1º Simuladão para o Prova Brasil.

O evento será coordenado pelo Departamento de Educação da Secretaria de Estado da Educação (DED/Seed), por meio do Núcleo de Estudos, Pesquisas em Avaliação e Currículo (Nepac), com o apoio das Diretorias de Educação. Cerca de 18.803 mil alunos participarão do processo.

De acordo com a diretora do DED, Gabriela Zelice, foi realizado um planejamento conjunto com os Coordenadores Pedagógicos das Diretorias de Educação – DRE´s e DEA, Técnicos do Serviço de Ensino Fundamental – SEF/DED e do Nepac/DED, para tratar dos descritores da Prova Brasil, que compõem os itens que serão abordados na avaliação. “Além dessa ação outras estão sendo efetivadas, visando à melhoria do Ideb com base em indicadores e ferramentas educacionais com foco no pedagógico”, disse.

Habilidades

Para Gabriela Zelice, o objetivo do Simulado é o de “familiarizar os estudantes da rede estadual com o modelo e o formato da avaliação, tendo em vista que são necessárias habilidades específicas para a resolução das questões”.

A coordenadora do Nepac, professora Joniely Cheyenne, explicou ainda que, após o simulado, serão disponibilizadas as matrizes de correção, onde constam o gabarito das questões e a descrição das habilidades que estão sendo avaliadas.

“Com isso no momento da correção feita com os professores e alunos, será possível a identificação das habilidades que os alunos já dominam e as que ainda precisam ser desenvolvidas”, conta.

Prova Brasil

A Prova Brasil é uma avaliação de desempenho externa em larga escala, desenvolvida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC) que acontece a cada dois anos. É também através dela que o MEC calcula o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Este ano a avaliação acontecerá em novembro, em todas as escolas públicas de zonas rurais e urbanas que tenham um mínimo de 20 estudantes nos 5º e 9º anos do ensino fundamental.

Nos testes aplicados, os alunos respondem questões de língua portuguesa, com foco em leitura, e matemática, com foco na resolução de problemas.

Além dos testes de proficiência são aplicados os questionários contextuais da Escola, da Direção, dos Professores e dos Alunos, sendo esse também instrumento de extrema relevância para entender os processos que acontecem nas escolas avaliadas.

Comente: