Vai ser um sonho realizado participar do Réveillon, diz cantor da banda Ultrasamba

Com 17 anos de carreira, 12 deles dedicado ao samba romântico, a banda sergipana Ultrasamba faz este ano sua estreia no Réveillon da capital.  O grupo, formado a partir da reunião de um grupo de amigos, conta atualmente com dez músicos. Segundo o vocalista da banda, Bambam, a confirmação da Ultrasamba no Réveillon organizado pela Prefeitura de Aracaju repercutiu bastante entre familiares, amigos e fãs dos músicos. A banda prepara um show especial para brindar a chegada de 2018.

“Estamos muito felizes com a ideia de fazer o nosso primeiro Réveillon na capital. É a realização de um projeto de verdade. A notícia de estar dentro da festa foi algo estarrecedor. Agora, pessoas que nunca viram a gente vão ter oportunidade de ver, famílias inteiras, e vão observar o nosso trabalho. Vai ser um sonho realizado participar do Réveillon de Aracaju”, afirmou Bambam.

O vocalista da banda adiantou que os músicos estão trabalhando em um show novo e também na gravação de CD que será distribuído no dia da festa. Para ele, o grande diferencial da Ultrasamba é autenticidade. “A gente tem uma ideia inovadora de fazer o samba com tudo que vem do nosso estado e do Nordeste. A gente pega um pouco disso, dá uma mesclada e coloca nossa característica. Esse é o nosso diferencial no cenário do samba sergipano”, destacou Bambam.

Segundo o cantor, o público pode esperar, além de muito samba, alegria e emoção, nesse show que será muito especial e ficará marcado na história da Ultra Samba. “A gente tem essa coisa de querer levar alegria, de querer levar emoção às pessoas, e no Réveillon eu tenho certeza que vai ser algo que a gente nunca viveu. Vai ser a primeira oportunidade que a gente vai ter de mostrar coisas novas, música de trabalho e fazer um show surreal”, adiantou.

Ainda segundo Bambam, a banda está trabalhando bastante para que a apresentação do Réveillon aconteça da melhor maneira possível. “Esse ano foi um ano maravilhoso. A gente só tem a agradecer ao prefeito Edvaldo Nogueira e a todos os envolvidos por nos terem dado a oportunidade de poder participar desse Réveillon. Eu espero que seja só a primeira de muitas. Essa oportunidade é pra gente começar o ano com o pé direito”, finalizou o cantor.

Sobre o Réveillon

Para retomar a tradição de celebrar a chegada do Ano Novo na Orla da Atalaia, a Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), batalhou para firmar parcerias que garantissem a realização da festa do Réveillon 2018.

A festa começará às 21h30 com a apresentação da cantora sergipana Maysa Reis, seguida de The Baggios. À meia noite, ocorrerá a tradicional queima de fogos, que terá duração de 15 minutos. À 0h30, sobe ao palco a banda Patusco e logo depois a Ultrasamba encerra a festa.

 

Comente: