“Quero uma Segurança operativa, com todos nas ruas para enfrentarmos os bandidos”, diz Jackson

Na manhã desta quinta-feira, 18, o governador Jackson Barreto empossou o novo secretário de Estado de Segurança Pública, o delegado da Polícia Civil, João Batista Santos Júnior. A solenidade aconteceu no auditório do Palácio de Despachos e reuniu centenas de pessoas, entre autoridades, membros das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, familiares do empossado e sociedade.

João Batista assumiu a pasta que até então estava sob a gestão de Mendonça Prado. Além de João Batista, o novo comando da SSP será formado pelo coronel PM José Pereira Andrade (superintendente executivo), Alessandro Vieira (delegado geral da Polícia Civil), coronel Marcony Cabral (comandante da Polícia Militar), João Eloy (diretor do Cope – Complexo de Operações Especiais) e Cristiano Barreto (diretor do Dipol – Departamento de Inteligência da Polícia).

Jackson Barreto falou das mudanças, enfatizou a necessidade de um trabalho forte e de parceria entre as polícias no combate à criminalidade em Sergipe e agradeceu o trabalho realizado por Mendonça Prado no período que esteve à frente da Secretaria.

“Essas mudanças visam proporcionar à sociedade um clima diferenciado em relação à segurança no estado. Espero que essa nova equipe possa fazer um trabalho que esteja à altura daquilo que o nosso povo espera. Tenho muito a agradecer a Mendonça Prado e ao comandante Iunes, mas é evidente que havia um desgaste já conhecido pela opinião pública e foi preciso fazer mudanças para prestarmos contas à sociedade”.

O governador ainda enalteceu o prestígio de João Batista perante os órgãos de Segurança nacionais e locais, devido ao respeitoso trabalho desempenhado ao longo da sua carreira na Polícia Civil e também pela experiência adquirida quando esteve como superintendente da PC (2009-2011) e secretário adjunto da SSP (2011-2014).

“Colocamos nas mãos de João Batista a responsabilidade de compor a sua equipe e vamos criar as condições necessárias para enfrentarmos a violência que está insuportável. Essa é uma área sensível e fundamental e vamos cobrar resultados do novo secretário e da sua equipe que será uniformizada. A prioridade é resolutividade, sermos operativos, termos a Secretaria de Segurança, o Comando da Polícia Militar, Polícia Civil integrada, manter a hierarquia, o respeito à autoridade e acima de tudo garantir a segurança da população. Quero uma Secretaria de Segurança operativa, com todos nas ruas para enfrentarmos os bandidos que estão demais”, disse Jackson.

A nova cúpula da SSP combaterá o crime com bastante firmeza, atuando de forma integrada, focada em reduzir os índices de violência em Sergipe. Assim como na reunião realizada com o governador Jackson Barreto, no dia 16 de fevereiro, o novo secretário João Batista voltou a afirmar que a Segurança Pública vai trabalhar com dois pilares: valorização da operacionalidade das instituições policiais e a integração das polícias.

“Agradeço muito ao governador por esse convite, é uma premiação para minha carreira, mas o que importa daqui em diante é trabalhar, arregaçar as mangas e fazer com que o cidadão sergipano tenha tranquilidade para trabalhar, estudar, viver no nosso estado. A nossa gestão vai trabalhar com estes objetivos: combater a criminalidade e garantir a segurança da população sergipana. O governador quando me convidou deferiu essa responsabilidade e não sou de fugir das minhas responsabilidades, por isso vou cobrar um trabalho em equipe, integrado. Nós, policiais, não podemos nos dar o luxo de não termos um trabalho integrado porque só quem trabalha integrado é que a gente consegue fazer frente a esta violência que está em todo o país”, afirmou João Batista.

O novo secretário elencou algumas prioridades efetivas da sua gestão. “Enfrentar índices de homicídios, estancar a questão dos assaltos a ônibus e temos que ter um cuidado muito grande com o interior de Sergipe, porque talvez hoje relativamente a segurança no interior seja até mais complexo do que na capital. Iremos manter todos os avanços da gestão anterior, pois um grande gestor faz assim: não trabalha com terra arrasada, trabalha analisando sempre o que está dando certo e o que está dando errado. O que está dando certo, a gente aprofunda e o que está dando errado, a gente muda o roteiro. Precisamos, hoje, da presença maciça da polícia nas ruas e isso buscaremos conseguir com integração da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Coordenadoria Geral de Perícia trabalhando de forma conjunta com um só objetivo: trabalhar e mostrar resultados. A função do secretário de Segurança Pública é uma função integrada, de coesão e vamos buscar isso a todo custo. No início do próximo mês, já vamos engajar 300 novos policiais na força militar, o que é muito importante. Já estamos trabalhando também para chamar os 120 policiais civis, escrivães e agentes de policiais com prioridade de atuação para o interior do estado”.

O novo secretário

João Batista Santos Júnior nasceu na Parnaíba/PI.  Bacharel em Direito pela Unit, é pós-graduado em Gestão Estatística em Segurança Pública pela UFS. Ingressou na Polícia Civil em 1995, no cargo de Agente de Polícia Judiciária. Prestou concurso para o cargo de Delegado de Polícia e assumiu em 2001.

Como delegado de Polícia, inicialmente ele atuou na regional de Estância, posteriormente foi titular da Delegacia de Tóxicos. Foi diretor da Coordenadoria das Delegacias da Capital, corregedor-geral da Polícia Civil, delegado da Polícia Interestadual – Polinter, da Delegacia de Turismo e superintendente geral da Polícia Civil.

Foi superintendente da Polícia Civil de 2009 a 15/02/2011, quando assumiu a função de secretário de Estado adjunto da Segurança Pública, onde permaneceu até 2014. Vinha ocupando o cargo de diretor de Segurança do Tribunal de Justiça.

 

Comente: