Governo recupera pontos de ônibus na Avenida Tancredo Neves

Porém as ações do estado têm sido mais constantes a fim de corrigir ações de vandalismo

Com o objetivo de preservar o patrimônio público na capital e no interior, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), e em parceria com o Departamento de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE), tem realizado com frequência a recuperação de logradouros, monumentos, equipamentos urbanos constantemente depredados, bem como a reposição cabeamentos e fiações furtados em rodovias, pontes e viadutos.

Na Avenida Tancredo Neves, especificamente no bairro Ponto Novo, a Seinfra recuperou os dois pontos de ônibus que antecedem o viaduto do Detran nos dois sentidos, o monumento ao final da Avenida Rio de Janeiro, bem como repôs a iluminação da passarela em frente ao Detran.

Segundo o secretário da Seinfra, Valmor Barbosa, esse tipo de serviço está sendo executado com uma periodicidade acima do normal. “O Governo do Estado tem cumprido o seu papel de conservar e recuperar, porém, o patrimônio público tem sido alvo constante de vândalos que danificam e, por muitas vezes, furtam placas, cabos e tudo o que pode ser removido, o que além de deixar os espaços públicos com aspecto desagradável, causam prejuízos ao erário que não estavam previstos”, explica.

Ele ressalta que os atos de vandalismo são cometidos nas mais diversas intervenções. “Iluminação de rodovias e pontes, equipamentos urbanos da Orla de Atalaia, pichação de prédios, esses atos não têm fim. Somente no viaduto do Detran já foram gastos mais de R$ 50 mil, nos últimos seis meses, com a reposição de cabeamento e iluminação das duas alças, da ciclovia e da passarela. Recentemente fizemos a pintura dos dois pontos de ônibus que antecedem o viaduto e, no dia seguinte, eles haviam sido pichados, tendo a Seinfra executado novamente os serviços”, revela.

Valmor Barbosa diz que a população pode contribuir para que ocorrências desse tipo não fiquem impunes. “Solicitamos regularmente o apoio das autoridades de segurança para tentar coibir estas infrações cometidas por uma pequena parte dos habitantes. No entanto, também compete ao restante da população nos ajudar a fazer um trabalho de conscientização com as pessoas de que essas atitudes só acarretam prejuízos para elas e para o Estado, bem como, ao presenciar este tipo de ação, ligarem para o número 190 e denunciar os infratores, a fim de que eles sejam responsabilizados pelos prejuízos causados ao patrimônio público”, frisa.

Comente: