Governo lança campanha ‘Seja um motorista vivo’: Pilote com responsabilidade

foto Maria Odilia 030815 29O Governo de Sergipe, por meio das Secretarias de Estado da Educação (Seed), da Saúde (SES) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran),  lançou na manhã desta segunda-feira,  3, a campanha ‘Seja um motorista vivo: Pilote com responsabilidade´.

 

A campanha foi lançada no Colégio Estadual Vitória de Santa Maria com a finalidade de conscientizar os estudantes, em especial os motociclistas, sobre os riscos da imprudência, reforçando a importância de uma pilotagem segura.

 

O secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, esteve presente na solenidade de lançamento. Ele frisou que a escola é o espaço educativo e de formação da cidadania, devendo também ter a função de preservar a vida desse jovem.

 

“A Seed abraçou esta causa por que entendemos que é de vital importância mobilizar o aluno para que ele conheça e respeite o Código Brasileiro de Trânsito. Essa ação visa reduzir número de acidentes, de motocicleta principalmente, seja para poupar a vida de nossos jovens, seja para evitar que ele fique com seqüelas graves”, disse.

 

Jorge espera que a campanha e os indivíduos sejam multiplicadores para reverte o atual quadro de Sergipe, onde atualmente é o campeão brasileiro  de acidentes com moto entre os jovens.

 

Redação e Tablet

O secretário da Saúde, José Sobral, informou que esta campanha foi lançada no Colégio Vitória de Santa Maria porque o maior percentual de acidentes com motos envolvendo jovens em Aracaju ocorre no bairro Santa Maria.

 

“Muitas dessas vítimas chegam ao Hospital de Urgência de Sergipe com sinais visíveis de embriaguez. Além de causar muitas mortes no trânsito em todo o país, os acidentes motociclísticos representam um alto custo para o SUS”, diagnostica.

 

Ele identifica fatores como o excesso de velocidade, aliado ao alcoolismo e à falta do uso de equipamentos de segurança obrigatórios, como provocadores de acidentes com motos em Sergipe.

 

“Precisamos conscientizar a juventude sobre esses riscos e a escola é o melhor local para isso”, destacou José Sobral.

 

A campanha “Seja um motorista vivo: Pilote com responsabilidade” irá realizar, entre os meses de agosto e dezembro, em escolas da rede estadual de ensino palestras, debates e distribuição de informativos sobre os riscos e cuidados que o motociclista deve ter para pilotar uma motocicleta.

 

No Colégio Vitória de Santa Maria será realizado um concurso de redação com tema e o autor do melhor texto será contemplado com um tablet.

 

Os estudantes acharam muito o importante o governo de Sergipe iniciar esta campanha nas escolas, como disse o aluno Marcos Souza, 18 anos, cursando o 3º ano do ensino médio.

 

“Tenho uma moto e sei dos cuidados que devemos ter, porém às vezes por imprudências dos outros sofremos acidentes. Todos devem saber ter consciência de como pilotar com cuidado”, disse o aluno.

 

Estatísticas

Os acidentes e mortes no trânsito, principalmente envolvendo motocicletas e motonetas, assumiram uma proporção assustadora. Atualmente, a situação está ultrapassando o número de mortes pelo câncer.

 

Os acidentes motociclísticos estão sendo considerados como a doença do século, matando mais que agressões por armas brancas e armas de fogo.

 

Em Sergipe, o problema é preocupante, pois é o estado com maior média de motociclistas mortos ou sequelados em acidentes. São mais de 17,6 óbitos para cada 10 mil motos, número quase três vezes maior que a média do Brasil (6,6).

 

De acordo com dados estatísticos obtidos no Samu 192 Sergipe, as ocorrências que envolveram quedas de moto no Estado, registradas e atendidas pelas equipes assistenciais de suporte básico e avançado, totalizaram 1.751 no primeiro semestre de 2014. Já no mesmo período de 2015, a soma é de 1.774.

 

Presenças

Compareceram ao lançamento da campanha Edgar da Mota, diretor-presidente do Detran; Hans Lobo, diretor geral da FHS; Eliane Aquino, assessora especial de Governo; Conceição Mendonça, superintendente do Samu; Lycia Diniz, diretora do Huse; Marcos Kroeger, diretor clínico do Huse, o vereador Bigode, Marieta Oliveira, superintendente Executiva da Seed, o médico Almir Santana; o coronel Paiva, representado a Polícia Militar; Maria Lúcia de Góis, diretora da DEA, assessores de governos, professores e alunos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *