Governo do Estado institui ano cultural em homenagem a Clemilda

Cantora morou em Sergipe e faleceu no dia 26 de novembro de 2014/ Fotos: Ascom Secult
Cantora morou em Sergipe e faleceu no dia 26 de novembro de 2014/ Fotos: Ascom Secult

O Governo de Sergipe sancionou uma lei que instituirá 2016 como o Ano Cultural Clemilda Ferreira da Silva. A indicação tem por objetivo homenagear a cantora, que morou em Sergipe e faleceu no dia 26 de novembro de 2014, e divulgar obras e informações da vida da artista que enalteceu a cultura sergipana, nordestina e brasileira.

De acordo com a lei, no ano de 2016 poderão ser promovidas atividades comemorativas e culturais que divulguem a vida de Clemilda Ferreira da Silva, suas obras e seus feitos artísticos, nas quais entidades da sociedade civil organizadas, envolvidas com a promoção da cultura no Estado de Sergipe, podem criar ações alusivas ao ano cultural. Os eventos devem envolver atividades que visem promoção de debates sobre a vida e obra de Clemilda, como também as contribuições de ritmos e do forró no processo de construção da identidade cultural do povo de Sergipe.

Neste ano, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura, prestou homenagem à Clemilda durante o Arraiá do Povo. O palco principal, no qual ocorriam apresentações artísticas locais e nacionais, levou o nome da cantora. Além disso, os filhos da artista, Robertinho dos 8 Baixos e José Adeildo, fizeram o show de encerramento dos festejo juninos da Orla de Atalaia, homenageando a mãe e o padrasto, Gerson Filho, que este ano completaria seu centenário. 

Comente: