Governo amplia convênio com Clinradi para tratamento oncológico

Novo contrato disponibiliza exames de ressonância e tomografia, com e sem contraste e sedação, assim como, pela primeira vez, o exame de PET Scan e permitirá a realização de até 1.500 exames por mês

Após um ano e meio, Sirlene Vieira Santos comemora nesta quarta-feira (30), o final de um processo de tratamento contra um câncer. Por meio da parceria do governo do Estado, a jovem realizou parte dos procedimentos na Clinradi – Clínica de Radiologia e Imagem. “Para mim é um sinal de muita alegria. Meu diagnóstico foi o 11° caso de câncer na minha família e muitos não conseguiram chegar até o final do tratamento. E graças a Deus eu tive uma estrutura muito boa, condições de chegar até o final do tratamento. Para mim, é um sinal de grande vitória. Agradeço a Deus e a todos que contribuíram para o meu bem-estar. E também homenageio aqueles que não puderam concluir o tratamento. É um momento muito significativo, um novo nascimento, uma nova data para comemorar aniversário”, disse.

Para ampliar o tratamento oncológico oferecido pelo Estado e oferecer mais conforto aos pacientes que enfrentam o câncer, o governador Belivaldo Chagas assinou, nesta quarta, a ampliação de contrato para prestação de serviços da Clinradi aos pacientes do SUS. O contrato disponibiliza exames de ressonância e tomografia, com e sem contraste e sedação, assim como, pela primeira vez, o exame de PET Scan, para os serviços de oncologia. O contrato permitirá a realização de até 1.500 exames por mês.

Sirlene elogiou a atenção que recebeu desde que foi diagnosticada com a doença. “Fui diagnosticada com câncer de mama no terceiro grau, um pouco avançado. Todo meu tratamento foi custeado pelo SUS, fiz a quimioterapia no Huse, depois fiz a cirurgia no HU, coloquei a prótese na mama pelo SUS e depois fui encaminhada para a Clinradi para concluir o tratamento. Graças a Deus, com a quimioterapia tive a redução do nódulo, ele sumiu. A radioterapia só foi para poder garantir que ele não volte mais. Esse convênio do governo é de fundamental importância porque a demanda é muito grande na rede pública. Acredito que agora a fila de espera seja reduzida”, afirmou a moça, que trabalha como operadora de caixa.

Emocionado com o depoimento de Sirlene, Belivaldo falou o quanto é gratificante poder ampliar o acesso aos tratamentos para oferecer maior esperança e dignidade aos pacientes da rede pública de saúde. “A assinatura deste contrato é extremamente importante para sociedade, pois salva vidas. Quando a gente se depara com esse ato humano e de carinho, vê como as pessoas estão sendo tratadas aqui, não tem como não se emocionar. Vi o sorriso e a fortaleza dessa paciente que conseguiu fazer o que não estou conseguindo aqui, pela emoção das palavras: falar sobre o momento de alegria que é o fim do tratamento. Ela tocou o sino e leu algumas palavras simbolizando um momento de libertação e isso nos toca. A Clinradi veio pra ficar, para salvar vidas, e quero parabenizar todos os que fazem a Clínica, por tudo que vocês estão fazendo por Sergipe, pelo Nordeste, pelo Brasil, por todas essas pessoas”, declarou o governador.

O chefe do Executivo estadual destacou a qualidade dos serviços disponibilizados pelo governo por meio do convenio com a Clinradi. “Realizamos mais uma parceria, mais um contrato entre o governo do Estado, Secretaria de Estado da Saúde e Clinradi. Trata-se de uma clínica hoje extremamente capacitada, com profissionais capacitados e equipamentos de última geração. Esse novo convênio tem como objetivo ampliar o número de exames de imagem para atender à população. São exames de alta tecnologia, o Estado faz uma parte e outra parte é contratada para atender a demanda crescente. Esse serviço já está à disposição da população. Trabalhamos com a expectativa de, cada vez mais, reduzida as filas do Huse. E muitos desses tratamentos eram feitos fora de Sergipe, só que o tratamento fora de domicílio é ainda mais difícil para o pacientes e sua família. Com a existência dessa clínica aqui em Sergipe, desde o ano passado, a gente facilita a vida de todos os sergipanos”, defendeu.

A SES contratou a Clinradi em 16 de maio, através de licitação pública, modalidade pregão eletrônico, para a realização de serviços de diagnóstico. O contrato está orçado em R$ 13.297.995,00, recursos do governo de Sergipe, a maior parte, assim como do Ministério da Saúde.

Segundo o diretor executivo da Clínica, Gilberto Leite, cerca de 50 pacientes já foram atendidos a partir deste novo convênio. “Inicialmente o governo tinha uma fila de 19 PET scan, para serem realizados no Huse. Era uma urgência que a clínica atendeu em dois dias. Foi uma determinação do governador, que estava empenhado em resolver essa situação dos pacientes que precisavam deste tipo de exame. Em dois dias conseguimos zerar essa fila do Huse, com relação a este exame. Mas, ao todo, já foram mais de 50 pacientes atendidos aqui em termos de ressonância, tomografia e PET scan”.

O presidente da Clinradi, médico Nivaldo Vieira, enalteceu a assinatura do convênio. “É um convênio extremamente importante. São exames com alto padrão de qualidade e nós forneceremos através da regulação do Sigal. Então não haverá agendamento direto, o Sigal vai regular esses pacientes para nós, e a expectativa é que sejam mais de mil tomografias, mais de cem exames de Pet scan e mais de 400 exames de ressonância por mês. Todos em aparelhos bastante modernos. Não existe agendamento separado entre os pacientes do SUS e pacientes conveniados da clínica privada. O agendamento é feito ao longo do dia sem nenhuma distinção dos pacientes. Estamos muito contentes com essa parceria, pois são cerca de 1.700 pessoas por mês beneficiadas, uma ajuda enorme para essa fila que é crescente no SUS e para os pacientes que têm necessidade da realização dos exames”.

O secretário de Estado da Saúde em exercício, Valberto Oliveira, lembrou que o convênio é uma ação complementar a já realizada no Hospital de Urgência de Sergipe – Huse. “O que presenciamos hoje aqui é um fruto de um sacrifício extraordinário que o governo do Estado faz para reduzir as filas dos pacientes oncológicos. Seguindo a determinação do governador, a Secretaria se debruçou para celebrar esse contrato para amplior a oferta de serviços na rede. Esperamos que daqui a algum tempo, as filas sejam coisas do passado. A gente precisa continuar trabalhando diariamente para que as filas sejam reduzidas e assim conseguir reduzir também o sofrimento da população. Essa ação da Clinradi é uma demanda complementar a do Huse, porque não podemos deixar de destacar que ali as coisas continuam acontecendo”.

Valberto Lima aproveitou para anunciar que a SES renovou o contrato com o Banco do Brasil para poder adquirir uma nova fonte de lítio para o tratamento de braquiterapia no Huse. “É uma notícia extraordinária. Renovamos o contrato de movimentação de câmbio com o Banco do Brasil e vamos trazer essa fonte de lítio para Sergipe. Toda transação é feita em dólar, por isso é preciso que a operação de câmbio seja realizada. Ontem tivemos a autorização do Ministério Público Federal, para continuarmos a operação e isso possibilitará trazer essa fonte para Sergipe o mais rápido possível. Em pouco tempo, os pacientes de braquiterapia poderão ser atendidos”.

Radioterapia

Em agosto de 2017, o Estado contratou a clínica sergipana para ofertar radioterapia a aproximadamente 300 pacientes assistidos pela rede estadual. Na ocasião, foram contratados três tipos distintos de tratamentos: radioterapia de intensidade modulada (IMRT), tridimensional 3D e convencional. A IMRT é uma modalidade de radioterapia altamente precisa, que permite a administração de altas doses de radiação no volume alvo, minimizando as doses nos tecidos normais adjacentes de forma muito eficaz.

A senhora Luzia de Jesus Silva, 72, faz o tratamento de radioterapia contra um câncer de mama e enfatizou o bom atendimento na clínica. “Entrei na fila de atendimento do Sigal e fui chamada. Estou no início do tratamento, hoje foi a sétima sessão. Hoje é um dia muito importante, aqui é o céu. Só de falar que eu fui atendida aqui eu me emociono. Porque aqui o atendimento é fora de série. Esse convênio que o Estado fez é importantíssimo. Deus abençoe o governador pela iniciativa. Que continue assim!”

De início, quando a Clínica iniciava as atividades, ofertava 25 vagas /mês, hoje são até 40 vagas/mês. O Contrato de radioterapia está vigente até agosto de 2018, já foram tratados 246 pacientes, no momento 40 estão em tratamento. O contrato vigente é orçado em R$ 3.042.000,00. O valor é de fonte do governo estadual.

A SES vai ampliar o espectro do convênio, celebrando novo contrato, que incluirá serviços de radioterapia por braquiterapia e ampliação do número de pacientes/mês, possibilitando tratamento de até 780 pacientes ao ano, dobrando a capacidade atual.

Centro de referência em oncologia no Norte e Nordeste, a Clinradi disponibiliza aos pacientes instalações que obedecem padrões internacionais, equipamentos de última geração, além de uma equipe de profissionais capacitado, com experiência em radioterapia e diagnósticos por imagem.

A medida se junta a uma série de iniciativas que vêm sendo adotadas pelo governo de Sergipe para fortalecer a assistência aos pacientes oncológicos sergipanos. Há pouco mais de um mês, no dia 05 de abril, o governo do Estado inaugurou as novas instalações do Centro de Oncologia Dr. Oswaldo Leite, nova unidade de Radioterapia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Foram entregues bunker e novo Acelerador Linear.

Para receber o novo acelerador linear, o governo do Estado construiu um bunker. O investimento na construção foi de R$ 2.129.997,03 (recursos do Ministério da Saúde). O acelerador foi adquirido pelo Ministério da Saúde e integra o Plano de Expansão do Ministério, através do SUS. Após a conclusão da obra física foram feitas instalações mecânica, elétrica e eletrônica, passando o acelerador linear à guarda e manutenção do Hospital.

Comente: