Gilmar diz que Alese não pode ficar omissa sobre matadouros

Parlamentar pede celeridade na formação de comissão suprapartidária

Preocupado com a situação dos matadouros, o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC), ao ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), nesta quarta-feira, 28/11, pediu celeridade na formação de uma comissão suprapartidária, proposta por ele na semana passada, para acompanhar todas as ações do Ministério Público (MP/SE). O deputado alertou que o mercado de Itabaiana acordou hoje com pouquíssima carne.

“A comissão precisa ser formada o quanto antes, porque é urgente a situação dos matadouros. Esta Casa não pode ficar omissa, nem apenas nos discursos e pronunciamentos, algo que se agrava não apenas em Itabaiana, mas em outros municípios sergipanos.”, disse Gilmar.

O parlamentar salientou que os marchantes de Itabaiana, cuja feira livre é a maior entre os municípios sergipanos e uma das maiores do Nordeste, realizaram “a maior de suas manifestações, e estão fazendo hoje, que é não tendo carne para vender. Não podendo abater o gado na própria cidade precisam abater em outros municípios com preço maior, sem contar o transporte”.

O deputado alertou ainda que mais um matadouro fechou as portas. “Ontem, o prefeito de Ribeirópolis decretou o fechamento do matadouro. Até quando vai continuar essa situação? Não questiono decisões que foram, estão e serão tomadas, mas o fato de que Itabaiana e nem a região podem continuar do jeito que estão”, disse Gilmar Carvalho.

Por Ju Gomes – Assessoria Parlamentar

79)99601-8376

Foto: Jadilson Simões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *