Edvaldo: “Agora é hora de preparar a cidade para o futuro, de dar o salto que Aracaju merece”

O prefeito Edvaldo Nogueira fez um novo balanço da sua gestão, nesta terça-feira, 30. Em entrevista concedida à rádio 103 FM, o gestor falou das ações desenvolvidas em Aracaju nos últimos 28 meses e destacou os resultados positivos que estão sendo obtidos, fruto de um trabalho pautado em um Planejamento Estratégico, segundo Edvaldo enfatizou ao programa Espaço Livre. De acordo com o prefeito, o trabalho e a determinação empreendidos, até o momento, foram fundamentais para os avanços conquistados em diversas áreas.

“Conseguimos vencer os desafios expostos no início da gestão e que eram inimagináveis de serem vencidos. Assumimos a Prefeitura com duas folhas salariais em atraso, a cidade tomada de lixo, escolas fechadas por falta de merenda, muitos buracos nas ruas, diversos alagamentos em períodos de chuvas, ou seja, a cidade vivendo um dos momentos mais trágicos dos últimos 20 anos. Mas com trabalho, dedicação e com a ideia de mudar a vida das pessoas, que me motivou a entrar na política e que me motiva, todos os dias, conseguimos vencer”, destacou continuando.

“Arregaçamos as mangas e não ficamos olhando para trás. Adotamos medidas que fizeram a diferença e essa diferença está exposta. Só não enxerga quem não quer ver. Trabalhamos, enfrentamos os problemas e vencemos as dificuldades. Amanhã é o Dia do Trabalhador, por exemplo, e o salário vai estar na conta. São 28 meses e nenhum salário atrasado. Além disso, conseguimos devolver aos servidores direitos, desengavetando cinco mil processos. Toda essa valorização ao trabalhador da Prefeitura influenciou na qualidade do serviço”, constatou Edvaldo.

Ao fazer uma análise da fase de reconstrução, como denominou Edvaldo ao apresentador Carlos Ferreira, o gestor ressaltou que “passado o período do plantio, é chegado o momento da colheita”. “Agora é a hora de preparar a cidade para o futuro, de dar o salto que Aracaju merece, com asfalto de qualidade, Saúde e Educação de qualidade, limpeza pública cada vez melhor, ruas recuperadas. É o momento de fazer da cidade um lugar melhor para que as pessoas que moram aqui possam desfrutar de um ambiente digno. Esse é o nosso objetivo. Queremos transformar a Prefeitura em um instrumento efetivo para melhorar a vida das pessoas e é isso que me faz acordar, todos os dias. A cidade tem que trabalhar para todos, mas, especialmente, para quem precisa”, enfatizou.

Cidade Inteligente

Durante a entrevista, o prefeito Edvaldo Nogueira também listou o volume de obras que está sendo executado na cidade. Entre os projetos de destaque, ele apontou o Plano de Mobilidade Urbana, cujo investimento é de R$ 120 milhões. “Estamos recuperando toda a avenida Beira Mar, uma obra complexa, que acontece com o trânsito funcionando, mas que vai melhorar significativamente a mobilidade. É um projeto grandioso, que vai recuperar outros três grandes corredores, que inclui a semaforização inteligente, a construção de um novo terminal do Mercado, da central de trânsito, a reforma dos terminais Dia e Atalaia, além da instalação de 150 novos abrigos de ônibus. Um projeto lindo. Essa é a cidade inteligente”, enalteceu.

Trabalho para quem mais precisa

Outro ponto destacado por Edvaldo sobre obras é o cuidado que a gestão municipal tem tido com a população mais carente, ao priorizar serviços estruturantes nas comunidades que mais precisam. “Se você olhar o nosso portfólio de obras verá que a maioria acontece nos lugares que mais precisam. Se voltar os olhos para o 17 de Março, por exemplo, verá a beleza que fizemos lá, um bairro com ruas largas, pavimentadas e com saneamento básico, duas escolas, uma unidade de saúde e que terá uma maternidade muito em breve. No Santa Maria também tem obras de infraestrutura, no Jardim Bahia, que passou 20 anos sem esgoto sanitário, estamos trabalhando. O mesmo no Coqueiral, Japãozinho, Barroso e Pantanal. Ou seja, 80 % do que estamos fazendo é para quem mais precisa”, reafirmou.

O projeto para a construção de 1.102 casas no 17 de Março e que colocará fim à invasão das Mangabeiras também foi abordado por Edvaldo. Conquista que, para o gestor, é um dos momentos mais marcantes da sua vida pública. “Conheço de perto o sofrimento daquelas famílias. Quando fomos inaugurar a infraestrutura da segunda etapa do 17 de Março conversei com os moradores e pedi a Deus que me ajudasse a resolver aquele problema. Peguei o projeto que havíamos preparado, levei ao ministro das Cidades, à época, ele se comprometeu em ajudar. Mas devido a mudança de governo ele acabou não assinando. Quando o novo presidente assumiu, fui lá e conseguimos. Cadastramos as 812 famílias e vamos beneficiar mais 200, do auxílio moradia. Estou muito feliz, me beliscando ainda,  por ter conseguido. Até o final do ano daremos ordem de serviço”,

“Meu foco não está na eleição”

Ao longo do programa, outro assunto repercutido foi a eleição para prefeito, em 2020. Sobre o tema, Edvaldo garantiu que “não está preocupado com política”. “Meu foco não está na eleição, mas em melhorar a vida dos aracajuanos. Estou preparado para as críticas, para os elogios e acredito que a crítica que aparece como uma solução é sempre muito bem-vinda. Agora, aquela crítica que não agrega, eu ignoro, porque boa parte é dor de cotovelo. Sinal de que as coisas estão dando certo. Não estou do lado daqueles que falam, mas dos que realizam. Quem me deu régua e compasso para voltar à Prefeitura foi a população e é a ela a quem devo respostas, a quem sirvo e de quem sou empregado. Somente ela me incomoda e é de quem me preocupa o julgamento. A resposta maior é a prática”, assegurou.

Edvaldo frisou, ainda, que “não entrou na política porque ia dar errado na vida”. “Não larguei a medicina porque tinha raiva do mundo, mas porque tinha um propósito maior. Eu ia dar muito certo como médico, mas preferi a política por conta dos meus ideais. Claro que hoje tenho mais experiência, mas continuo lutando para mudar a vida das pessoas, para que não tenha tanta diferença no mundo. E faço isso quando pago os salários em dia, quando construo escolas, quando a limpeza funciona em toda a cidade, quando a operação tapa-buraco passa por todas as regiões e quando as obras mudam a face dos lugares mais carentes da cidade. Temos muitos desafios pela frente, mas estamos avançando. Vamos deixar a cidade muito melhor em 2020, pode acreditar”, garantiu.

Comente: