Divulgação do Forró Caju é importante para definir fluxo de turistas

A divulgação das datas do Forró Caju começou a movimentar o trade turístico da capital. Essa foi uma das preocupações do prefeito Edvaldo Nogueira ao anunciar de forma antecipada o período em que a festa ocorrerá em Aracaju. Serão seis dias de resgate da história, tradição e cultura nordestina da cidade.  Durante o período, músicos, comerciantes, donos de hotéis e restaurantes serão beneficiados com o tradicional evento.

O presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis (ABIH), Antônio Carlos Franco, elogiou a iniciativa da Prefeitura de Aracaju em antecipar a divulgação das datas. “O lançamento do Forró Caju ainda no mês de abril é bastante positivo, pois atende a um desejo da hotelaria, que poderá se programar melhor para receber os turistas, para montar os pacotes e para ajudar na divulgação da festa”, afirmou.

Segundo o secretário Jorge Santana, o anúncio das datas com antecedência foi bastante positivo (Foto: Silvio Rocha)

Segundo o secretário da Indústria, Comércio e Turismo de Aracaju (Semict), Jorge Santana, o anúncio das datas contribui para que o trade turístico possa divulgar mais amplamente o evento. “Com a divulgação é possível atrair mais turistas para nossa capital, pois o turista define a viagem dele com relativa antecedência também. Então, quando o evento é trabalhado bem antes da data, o fluxo turístico tende a aumentar”, explicou.

Novo Formato

Como novidade para este ano, o evento ocorrerá em vários espaços de Aracaju.  Na praça dos mercados centrais, a festa acontecerá nos dias 22,23, 24, 28, 29 e 30 de junho. Ao todo, serão 60 apresentações musicais, de artistas locais e nacionais. Já na praça General Valadão, os festejos começam antes, no dia 20, e prosseguem até o dia 30. Por lá, passarão 16 atrações musicais. Haverá ainda o Forró Caju nos bairros, ao longo do mês de junho, com 54 apresentações artísticas.

As atrações serão divulgadas assim que o Ministério da Cultura confirmar a proposta enviada pela Prefeitura.  “O Forró Caju volta agora com novo formato, aperfeiçoado e mais amplo. A expectativa da Prefeitura e do Trade Turístico é de retomar nesta edição o lugar de destaque cenário nordestino. Nós estamos entre os três  melhores festejos do Nordeste, sendo o primeiro Campina Grande e o segundo Caruaru”, destacou o secretário da Semict.

Economia

O evento movimenta diversos setores da economia, a exemplo de ambulantes, catadores de latinhas e donos de bares. Para a gestora de projetos de Turismo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Sergipe (Sebrae), Bianca Faria, o retorno do Forró Caju é importante para a  geração de emprego e renda não somente na capital, mas em todo o estado. “O Forró Caju gera empregos diretos e indiretos antes, durante e depois do evento. Além disso, impulsiona os micro e pequenos empresários do setor, tanto de bares e restaurantes, como até mesmo ambulantes”, colocou.

Comente: