Detran realiza evento de valorização e capacitação de servidores

I Encontro de Atendentes integra o Programa Capacita e aconteceu nesta terça-feira, 04

Ocorreu na manhã desta terça-feira, 04, o I Encontro de Atendentes do Detran/SE. O evento, que integra o Programa Capacita, foi realizado no auditório do Sest/Senat, e contou com a participação de servidores das unidades de atendimento da capital e interior. O objetivo do encontro é valorizar o trabalho desenvolvido pelos servidores, buscando sempre aprimorar o atendimento à população.

O diretor-presidente do Detran/SE, coronel Luiz de Azevedo, enfatizou aos participantes a importância da qualificação para o atual mercado de trabalho. “O mercado dá sinais e avisos e é preciso entender. Temos que nos tornar importantes no nosso setor de trabalho e, para isso, temos que nos qualificar. Aquelas pessoas que ficam paradas no tempo perdem espaço. Por isso criamos esse programa Capacita, para que traga oportunidade ao servidor de se aperfeiçoar, tornar-se importante para a instituição. Este encontro de hoje é a forma de trazermos as pessoas mais importantes do Detran, que são vocês, para junto da gestão”, destacou.

A atendente Simone Alves de Santos Araújo, da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Nossa Senhora do Socorro, aprovou a iniciativa. “Achei o evento muito importante, pois possibilitou o debate de questões relevantes para nós, que lidamos com o público. Além disso, o que foi passado durante as palestras nos leva a refletir sobre nosso comportamento frente ao usuário do Detran e que tipo de atendimento estamos realizando”, disse.

Um dos palestrantes, o vice-presidente da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem da OAB/SE, Saulo Álvares Carvalho de Jesus, destacou a gestão de conflitos como aliada do atendimento ao público. “Essa palestra para mim é muito especial, pois a minha primeira experiência profissional foi no atendimento do Detran. Eu conheço o dia a dia e o comportamento de usuários e atendentes. O que a gente vivencia ali são conflitos durante todo o tempo. Então, a gestão de conflitos reside exatamente aí: no momento em que o servidor compreende esse mecanismo, consegue lidar melhor com aquele usuário que chega irritado, muitas vezes com raiva de algo que não é culpa do atendente, e consegue trabalhar de forma a atender satisfatoriamente o usuário”, apontou.

Deixe uma resposta