Destaques dos principais jornais do Brasil

15 de julho de 2018

O Globo

 

Manchete : Estado do Rio tem um professor ameaçado a cada três dias

Em quatro anos, 624 profissionais denunciaram intimidações à Polícia Civil

De 2014 a 2017, chega a 624 o número de professores que procuraram a Polícia Civil para denunciar ameaças em escolas do Estado do Rio, média de um registro a cada três dias. Os dados foram obtidos pelo GLOBO junto ao Instituto de Segurança Pública (ISP). Em 25% dos casos, o autor da ameaça é o aluno, e as professoras são as maiores vítimas: 75% de quem sofre a violência são mulheres.

A área do 3º BPM (Méier), que engloba 20 bairros e favelas como o Complexo do Lins e Jacarezinho, concentra 6% de todas as ocorrências. As secretarias de Educação municipal e estadual não contabilizam dados de afastamento de professores por ameaças e agressões. (Pág. 12)

Advogados disputam conta bilionária da educação

A PGR quer evitar que escritórios de advocacia obtenham em honorários parte dos R$ 90 bilhões que prefeituras têm a receber da União, destinados à educação. (Pág. 3)

Empresas buscam reduzir gasto com plano de saúde

Com alta de 21% no investimento médio em saúde por funcionário nos últimos dois anos, empresas estão apostando em prevenção para reduzir despesas com benefício. (Pág. 29)

Alemanha procura mão de obra qualificada no exterior

Economia aquecida e população idosa levam empresas alemãs a contratar headhunters para buscar talentos em outros países. Há 1,1 milhão de ofertas de empregos no país. (Pág. 32)

Miriam Leitão

O ajuste visto pelo Secretário do Tesouro

O Brasil tem que fazer um ajuste fiscal de 4 pontos do PIB, ou R$ 300 bi, diz Mansueto de Almeida, secretário do Tesouro. (Pág. 30)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

 

Manchete : Onze milhões dependem da renda de aposentados no País

Número de lares nesta situação foi de 5,1 milhões para 5,7 milhões, aumento de 12,2%, no último ano

Pelo menos 10,8 milhões de pessoas dependem da renda de aposentados para viver no Brasil – se forem incluídos os próprios beneficiários, esse número chega a 16,9 milhões. No último ano, a quantidade de domicílios em que mais de 75% da renda vem de aposentadorias foi de 5,1 milhões para 5,7 milhões, aumento de 12,2%, segundo estudo da LCA Consultores feito a pedido do Estado. Esse tipo de dependência sempre foi mais forte no Nordeste, mas o desemprego está levando mais lares, em outras regiões, à mesma situação. “Os avós estão virando arrimo de família”, diz o médico Alexandre Kalache, especialista em longevidade. “Essa geração dependente pode ter dificuldade para se aposentar. Em breve, serão eles os idosos. E sem renda.” (ECONOMIA / PÁGS. B1 e B4)

Idosos inadimplentes

Em maio, 34,5% das pessoas com mais de 61 anos estavam com as contas atrasadas, número maior do que há dois anos. Eles se endividam com empréstimos consignados e linhas de crédito tradicionais. (PÁG. B4)

Seis em cada dez votos em branco são de mulheres

As mulheres de 35 a 44 anos são hoje a maioria dos votos brancos e nulos declarados em pesquisas de intenção de voto para presidente. Segundo o Ibope, elas respondem por seis de cada dez eleitores dispostos a não escolher ninguém. O eleitorado feminino também é responsável por mais da metade dos indecisos. Para analistas, a falta de representatividade feminina na política e a indignação com a corrupção explicam o fenômeno. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Para Bolsonaro, voto na LDO não faria diferença

O deputado e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) faltou à votação do Orçamento para 2019. Ele disse a Vera Magalhães que nenhum parlamentar iria contra o reajuste aos servidores para não ficar com “essa marca na testa”. “Meu voto não fez falta”. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Eliane Cantanhêde

Diferentemente do que ocorre no Judiciário, a maioria do Legislativo incendeia o País. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Paulo Leme

Abertura comercial, desejável para o Brasil, ficará na penumbra da política de Trump. (ECONOMIA / PÁG. B4)

Notas&Informações

Os custos da farra

O estrago será inevitável, mas ainda se pode tentar conter parte dos danos nos cofres da União ocasionados pela grande farra fiscal de Brasília. (PÁG. A3)

Aberração e acinte

Ao preço mínimo para o frete rodoviário, o Congresso acrescentou o acinte da anistia das multas de trânsito. (PÁG. A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

 

Manchete : Dirigentes se perpetuam em entidades do patronato

Levantamento da Folha mostra sistema envelhecido e com suspeita de desvios

O patronato brasileiro, composto hoje exclusivamente por dirigentes homens, expõe um sistema envelhecido, com baixa rotatividade e diversidade, cada vez mais político e sobre o qual pairam suspeitas de nepotismo,desvio de recursos e corrupção, relata Raquel Landim. Por duas semanas, a reportagem da Folha escrutinou as confederações e federações de agricultura, indústria, comércio e transportes do país. Das 114 entidades existentes, conseguiu coletar informações de 99. Dessas, 41 têm presidentes com mais de oito anos no cargo. Dentre eles, 17 comandam as entidades há mais de duas décadas. O recordista, Fábio de Salles Meirelles, da Federação da Agricultura de São Paulo, ocupa o cargo há 43 anos. Pelo menos nove dirigentes e ex-dirigentes de entidades são suspeitos de corrupção e de outros crimes. Entre as razões para o apego dos presidentes estão o volume de recursos movimentado pelo Sistema S (Sesi, Senac e Senai, entre outros), que recebeu R$ 16,4 bilhões em 2017, e a falta de disposição das multinacionais para assumir o comando das entidades. (Mercado p.1)

‘PT pode considerar nome de Ciro’, diz governador de MG

Cercado por crise, Fernando Pimentel (PT) aposta na vitória de presidenciável de esquerda para melhorar a situação de MG. Sem Lula, avalia que o PT pode apoiar Ciro Gomes (PDT). (Poder A8)

Veja mitos e verdades no debate dos agrotóxicos

A discussão sobre o projeto que facilita a liberação de agrotóxicos acirrou ânimos de ambientalistas e ruralistas. Os primeiros afirmam que a aprovação trará riscos à saúde e ao ambiente. Para os segundos, ela ajudará o país a manter a produtividade do campo. Em meio à guerra de versões, a Folha traz a palavra da ciência e dos cientistas a respeito do assunto. (Ciência B8 e B9)

Samuel Pessôa

Ajuste fiscal amplia chance de reeleição

O próximo presidente, se fizer o ajuste fiscal, mesmo de baixa qualidade, deve entregar a economia em 2022 em situação melhor. As chances de reeleição serão elevadas. (Mercado p.8)

Editoriais

Sem provas

A respeito de processo em que Lula foi absolvido (A2)

Impressão confusa

Acerca de preservação do caráter secreto do voto (A2)

————————————————————————————

Comente: