Defesa Civil de Aracaju alerta para possibilidade de chuvas

O Núcleo Integral da Defesa Civil de Aracaju está em alerta para a possibilidade de chuvas na cidade, previstas para ocorrer nesta quinta-feira (30). O alerta foi feito pelo coordenador da Defesa Civil Municipal, tenente-coronel Gilfran Mateus, ao prefeito Edvaldo Nogueira, que, imediatamente, acionou as secretarias que integram o núcleo para que estejam em alerta caso a previsão meteorológica se confirme. Como até amanhã, os picos de maré estão mais elevados, a prefeitura está em alerta para a possibilidade de alagamentos no bairro 13 de Julho e nas regiões adjacentes.

“Há possibilidade de chuvas moderadas e até intensas para Aracaju nesta quinta-feira. Estamos monitorando as áreas que já são consideradas de risco, e, sobretudo, a área do bairro 13 de Julho e regiões próximas, pois, caso as chuvas ocorram nos horários dos picos de maré, inundações poderão ser registradas na localidade, uma vez que o escoamento das águas ficará prejudicado”, explicou o tenente Mateus, em reunião com o prefeito.

Diante do alerta, Edvaldo acionou a Secretaria da Assistência Social, a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a Empresa de Serviços Urbanos (Emsurb) e a Superintendência de Transporte e Trânsito (SMTT), que já designaram equipes que ficarão de prontidão para eventuais situações de emergência.

“Assim que fui informado da possibilidade de chuvas, acionei o nosso Núcleo, para ficar em alerta caso este quadro se confirme. A prefeitura está em prontidão, em seus mais diversos órgãos, para atuar no sentido de minimizar os efeitos das chuvas e atender a população”, afirmou Edvaldo Nogueira.

O presidente da Emurb, Sérgio Ferrari, informou que uma equipe está de plantão para atuar, caso haja alagamento, na desobstrução das galerias e bocas de lobo. Ele ressaltou que a prefeitura já vem trabalhando nestas desobstruções em várias localidades, inclusive na região do bairro 13 de Julho, para minimizar os efeitos da elevação da maré e das chuvas.

A vice-prefeita Eliane Aquino também informou que as equipes da Secretaria da Assistência Social estão de prontidão caso ocorram situações em que famílias precisem ser removidas de áreas de risco. Além disso, como ocorreu nas últimas chuvas, a prefeitura disponibiliza colchões e cestas básicas. Ela disse ainda que equipes dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) monitorarão as situações de risco nas localidades onde estão instalados.