“Continue cuidando do povo sergipano”, pede médico Dietrich Todt a Jackson Barreto

Homenageado pela Alese com a Medalha do Mérito Parlamentar, médico Dietrich Todt, ao se encontrar com o governador, fez um apelo para que ele se mantenha na vida pública

O governador Jackson Barreto compareceu na tarde desta segunda-feira, 15, à sessão especial para outorga da Medalha do Mérito Parlamentar ao médico Dietrich Wilhelm Todt, promovida pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). O título é o reconhecimento do Parlamento Estadual aos serviços prestados pelo médico à população sergipana.

 

O governador Jackson Barreto compareceu na tarde desta segunda-feira, 15, à sessão especial para outorga da Medalha do Mérito Parlamentar ao médico Dietrich Wilhelm Todt, promovida pela Assembleia Legislativa de Sergipe / Fotos: André Moreira/ASN

Na ocasião, o médico Dietrich Todt, ao se encontrar com o governador, fez um apelo para que ele se mantenha na vida pública e continue “cuidando do povo sergipano”.

O governador afirmou que fez questão de participar da solenidade em homenagem a Dr. Todt por se tratar de um grande médico com relevantes serviços prestados à sociedade sergipana. “Dr. Todt é um profissional respeitado, ético, um homem do bem, com grandes serviços prestados à medicina e está inserido na vida do povo sergipano”, enfatizou.

A iniciativa da concessão do título foi do presidente da Alese, deputado Luciano Bispo, que fez a saudação em nome da Casa Legislativa. “Seu exemplo de vida, dignidade e dedicação a outros seres humanos, é um referencial para todos nós”, acentuou Luciano Bispo, dirigindo-se ao médico homenageado.

Dietrich Wilhelm Todt relatou sobre a sua chegada a Sergipe,  revelando que recebeu uma acolhida fraterna, construindo com o médico e amigo José Augusto Barreto o Hospital São Lucas e se dedicando à tarefa de professor da UFS.

Ele afirmou que a homenagem da Assembleia Legislativa representa uma das grandes alegrias em sua vida. “Estou gratificado, agradecido e honrado em ser homenageado pelos deputados que representam o povo sergipano”, revelou.

Biografia

Dietriche Todt nasceu em 27 de dezembro de 1937, em Salvador/BA, filho de João Carlos Todt e Stella Machado Todt. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1968.

Atendendo convite de José Augusto Barreto transferiu-se para Aracaju no ano seguinte, atuando no Inamps, inicialmente no Serviço de Emergências Médicas da Previdência Social. Foi plantonista do Pronto Socorro do Hospital de Cirurgia, atuando ao lado dos médicos  Fernando Felizola e Fernando Sampaio. Também pertenceu ao corpo clínico do Hospital São José.

Em 1972 prestou concurso para a Universidade Federsl de Sergipe (UFS), lecionando a disciplina de Clinica Médica. Substituiu Aírton Teles na Faculdade de Medicina, após fazer mestrado em pneumologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no serviço do professor Mário Rigatto, nos anos de 1976 e 1977. Na UFS,  Todt foi professor adjunto e chefe do Departamento de Medicina.

Participou, ao lado do médico José Augusto Barreto, dos primeiros passos do Hospital São Lucas, sendo o seu Diretor Clínico. Fundador da Sociedade Sergipana de Pneumologia, tendo exercido a presidência da entidade por 2 mandatos. Presidiu o 11º Congresso Norte Nordeste de Pneumologia, realizado em Aracaju. Membro fundador da Academia Sergipana de Medicina, onde ocupa a cadeira de número quinze, que tem como patrono o Dr. Gérson Siqueira Pinto.

O médico Dietrich Todt recebeu os títulos de “Cidadão Aracajuano”, concedido pela Câmara de Vereadores, e de “Cidadão Sergipano”, oferecido pela Assembleia Legislativa de Sergipe. Casado com Eunice de Azevedo Todt, possui cinco filhos, sendo dois médicos.

outras notícias

Comente: