136 estudantes da rede pública ocupam primeiras colocações na UFS

Pedagogia, Direito, Engenharia Mecânica e de Computação, Enfermagem e Ciências Biológicas. Esses foram alguns cursos em que estudantes da rede pública de ensino ocuparam o primeiro lugar na Universidade Federal de Sergipe (UFS). Ao todo, 136 alunos alcançaram as principais colocações, 123 e 126 obtiveram as segundas e terceiras posições, respectivamente. Os dados são referentes apenas à primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ainda serão contabilizados novos dados após a divulgação da segunda convocação e da lista para bolsas de estudo do Programa Universidade para Todos (Prouni).

O Governo do Estado mantém um cursinho preparatório gratuito com equipe de professores da própria Rede Estadual e realiza as aulas, revisões e simulados  com  conteúdo voltado para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio. O governo também oferece apoio logístico  e acolhimento para  os estudantes. Somente estes ano 11.834 já se inscreveram para participar do Pré-Universitário.

Além de ocupar vagas de destaque na universidade pública sergipana, os estudantes da rede estadual se destacaram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ao obter notas altas na prova de redação. De acordo com o diretor do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), Fábio Leite, houve alunos que atingiram 980 pontos [sendo 1.000 a pontuação máxima da prova], e mais de 100 conseguiram notas maiores que 930.

“Era algo raro de ocorrer na rede pública, e tudo isso aconteceu em virtude das oficinas de redação que desenvolvemos. Essas iniciativas são colocadas em prática aos sábados, e através delas o aluno tem um momento individual com o professor. O estudante leva sua redação e o docente dá todas as dicas sobre onde ele pode melhorar. Inclusive, acredito que o aumento do número de aprovações na federal se deve às boas notas dos candidatos na redação”, comentou Fábio, acrescentando que, apenas na UFS, 901 estudantes da rede estadual, matriculados ou não no pré-universitário do Governo do Estado, foram convocados na primeira chamada do Sisu.

Um dos estudantes que acredita que sua alta nota na redação [960] foi fundamental para aprovação, é Lucas Prado, 17. Aprovado em primeiro lugar em Direito, o aluno estava matriculado no Colégio Estadual Tobias Barreto e ainda no pré-universitário oferecido pelo Governo de Sergipe. Ele conta que as oficinas de redação foram fundamentais para ter acesso ao curso desejado.

“O diferencial para mim foi a oficina, pois essa nota da redação deu um upgrade na minha média do Enem. Na oficina eu tinha contato individual com o professor, e era praticamente uma aula particular. Eu ouvia dele o que estava errado, o que estava bom e recebia orientações. Então a oficina de redação foi a ferramenta fundamental para alcançar nota boa”, comentou Lucas Prado.

Aprovado no curso de Medicina, Lucas Araújo, 19, também foi estudante de escolas da rede estadual
Aprovado no curso de Medicina, Lucas Araújo, 19, também foi estudante de escolas da rede estadual

Aprovado no curso de Medicina, Lucas Araújo, 19, também foi estudante de escolas da rede estadual. Ele passou pelo Atheneu Sergipense nos primeiros anos do ensino médio e Dom Luciano na última série colegial. O novo calouro da UFS conta que os professores o ajudaram muito na preparação e não mediam esforços para trabalhar os conteúdos no ambiente escolar.
Sua mãe, Patrícia Reis, comenta que matriculou o filho no Atheneu, pois, além de ser uma escola referência, seu esposo havia estudado lá. Sobre a mudança para o Dom Luciano, ela conta que a escolha foi feita porque a primeira escola tinha ensino integral, e o filho queria ter mais tempo para dedicar os estudos para o Enem.

Pré-universitário

Para colaborar na preparação de estudantes de escolas estaduais que estejam cursando o 2º ou 3º ano ou egressos da rede pública que já tenham terminado o ensino médio, o Governo de Sergipe disponibiliza o curso pré-universitário. Atualmente com 44 polos, distribuídos em 29 municípios, a iniciativa proporciona a milhares de alunos a oportunidade de ter acesso a um curso preparatório estruturado com mais de 200 professores, material didático atualizado com questões recentes do Exame Nacional do Ensino Médio e ainda aulas extras, oficinas de redação, simulados e revisões.

Guilherme Borges usufruiu do polo da Escola Glorita Portugal, localizada no Eduardo Gomes, e garante que o curso o ajudou muito na preparação para o Enem. “O pré-universitário foi de uma ajuda muito grande, pois ao mesmo tempo em que estudava os assuntos de 3º ano no Atheneu, pude revisar assuntos do 1º e 2º e fazer exercícios do 3º. Os professores são muito bem qualificados, e as aulas sempre bem organizadas”, contou o recém-aprovado em Direito na UFS.

O estudante afirma que passar no vestibular no curso escolhido sempre foi um sonho. Ele relembrou o momento em que recebeu a notícia da aprovação e conta a sensação. “Quando soube que passei foi uma loucura. Estava na escola quando a lista saiu, e eu e os amigos começamos a ver. Muita gente na minha escola foi aprovada, começaram a comemorar e então começaram a cortar o cabelo dos alunos, e alguns deles tiveram a cabeça raspada. Lá em casa, logo após a descoberta da aprovação, minha avó e família organizaram uma comemoração com meus amigos e professores”.

Para 2016, o pré-universitário disponibilizou 5.600 vagas e sete novos polos, localizados em Aracaju [Colégios João Alves, Augusto Franco e Dom Luciano], Socorro [Marcos Freire 3], Indiaroba, Itabi e Neópolis. Foram 11.834 pessoas inscritas para participar do processo seletivo que garantirá o acesso ao curso. O número recorde se deve, segundo o diretor do Dase, aos aulões interdisciplinares que acontecem em Aracaju e sedes regionais, e ainda ao grande número de aprovações no vestibular.

Quem se inscreveu no processo seletivo terá acesso no dia 25 de janeiro à lista com os locais de prova. A avaliação será aplicada no dia 31 deste mês, das 9h às 12h30, e irá explorar questões referentes a todas as disciplinas que compõem o Enem. Já a divulgação do resultado dos aprovados está prevista para o dia 12 de fevereiro, no site da Secretaria de Estado da Educação. Segundo a coordenadora geral do pré-universitário, Laila Gardênia, as pessoas que optaram por estudar no polo da Escola Estadual 11 de Agosto, automaticamente estarão inscritas para o Colégio Estadual João Alves Filho, por conta de uma readequação de locais.

Metodologia

O pré-universitário conta com aulas de segunda até sexta-feira e, aos sábados, os alunos participam ainda de revisões e simulados. Em cada um desses polos, os estudantes assistem a quatro aulas presenciais diariamente.

“Expositivas, essas aulas são ministradas por professores da rede estadual, com auxílio de recursos didáticos audiovisuais e apostilas que abordam todo o conteúdo programático do Enem”, garante a coordenadora pedagógica do Preuni, professora Gilvânia Guimarães.

Durante o ano passado, foram realizadas seis revisões interdisciplinares com um público de cerca de 500 alunos cada. As aulas foram realizadas com material específico e metodologia adequada ao formato das provas do Exame. Assim, foram intensificadas as dicas e a resolução de questões, também houve ações direcionadas ao emocional dos alunos, com apresentações musicais e momentos motivacionais. As revisões também foram realizadas nas cidades de Itabaiana, Nossa Senhora da Glória, Estância, Porto da Folha, Lagarto, Carmópolis e Nossa Senhora do Socorro.

No fim de 2015, quase 5 mil alunos participaram de uma grande revisão no Constâncio Vieira. Para a iniciativa, foi disponibilizado material exclusivo que trabalhou as disciplinas Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, além de temáticas e competências que capacitaram os alunos para obter melhor desempenho na redação.

Comente: