Voo de Aracaju para Buenos Aires começa no dia 04 de novembro

A expectativa da secretaria do Turismo é que esse voo atraia uma média de 600 argentinos mensalmente para Sergipe, e movimente toda a cadeia produtiva do turismo

O dia 04 de novembro marcará uma nova fase do turismo em Sergipe. Nesta data, terá início o primeiro voo regular internacional com saída de Aracaju com destino a Buenos Aires, na Argentina. O voo da empresa Gol Linhas Aéreas acontecerá com saídas e chegadas aos sábados, a aeronave terá a capacidade de 174 passageiros, fará escala em Salvador e o tempo médio de viagem será de quatro horas e meia, já contando com a escala.

Esse voo é resultante de uma intervenção do governo do Estado com a empresa Gol e deve mudar o cenário da viação sergipana. “A existência desse voo garantirá turistas argentinos nas altas e baixas temporadas. Em agosto, já iniciaremos ações promocionais na Argentina para reforçar o destino Sergipe. Faremos rodadas de negócios entre os nossos receptivos e hotéis, junto às operadoras, agentes de viagens e a imprensa argentina”, explicou o secretário de Estado do Turismo, Fábio Henrique.

A expectativa da secretaria do Turismo é que esse voo atraia uma média de 600 argentinos mensalmente para Sergipe, e movimente toda a cadeia produtiva do turismo. A Infraero está desenvolvendo um projeto para que o aeroporto opere com tranquilidade, desenvolvendo uma logística integrada com a Receita Federal, Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Governo de Sergipe.

Histórico

A operação do primeiro voo regular internacional de Sergipe teve início em uma reunião realizada no dia 21 de março, entre o secretário de Estado do Turismo, Fábio Henrique; o diretor de Relações Institucionais da Gol, Claudio Neves Borges; e o executivo Bherener Matos; na sede da empresa, em São Paulo. Fábio Henrique destacou o pedido feito pelo governador Jackson Barreto. “Desde o começo, a Gol sinalizou de forma positiva”, ressaltou o gestor.

O secretário Fábio Henrique reforçou que o voo internacional possibilitará um fluxo muito grande de Argentinos, favorecendo a economia. “Serão muitos argentinos nas praias, bares, restaurantes e hotéis, conhecendo e consumindo, se admirando com o nosso artesanato. Não tenho dúvida que será um grande marco do Governo de Sergipe”, defendeu Fábio Henrique.

Deixe uma resposta