Sema faz alerta para descarte de eletroeletrônicos

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente, preocupada com a problemática do descarte de eletroeletrônicos, vem desenvolvendo desde agosto deste ano a campanha ‘Descarte na Sema’, cujo principal objetivo é dar a destinação correta aos aparelhos eletroeletrônicos.

Descartar eletroeletrônicos em locais impróprios acarreta sérios danos à saúde da população por possuírem substâncias químicas que provocam a contaminação da água e do solo.

Com o avanço da tecnologia, os aparelhos eletroeletrônicos se modernizaram, a exemplo das televisões. “As TVs de LED estão substituindo cada vez mais as Tvs de tubo. Com isso, as pessoas acabam descartando esses objetos em locais impróprios, principalmente nas lixeiras comuns, e isso não pode acontecer”, alerta o analista ambiental da Sema, Cleverton Costa.

A campanha “Descarte na Sema” segue a Lei 12.305, da Política Nacional de Resíduos Sólidos, regulamentada pelo Decreto nº 7.404, que determina os parâmetros para o estabelecimento de um sistema de gestão integrado e o gerenciamento ambientalmente adequado de resíduos sólidos. A campanha é realizada em parceria com a empresa ECO TI e o Instituto Nacional Empresarial (Inre).

Onde descartar

A Sema disponibiliza em sua sede, na av. Pedro Paes Azevedo, 853, bairro Salgado Filho e também em seu Departamento de Educação Ambiental, situado no Parque da Sementeira, próximo ao Horto, os Ecopontos, que são caixas coletoras próprias para esses resíduos. Entre os materiais que podem ser descartados nos Ecopontos estão TVs , celulares ,  rádios , eletrodomésticos e computadores.

Aracaju conta também com a Cooperativa de Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (Care), localizada no bairro Santa Maria,  que recolhe e dão um destino correto a estes resíduos. Lá, eles recebem rádios, monitores, CPU, eletrodomésticos (exceto TVs) e impressoras.

Comente: