Saúde de Aracaju orienta sobre o consumo das comidas típicas juninas

Além de toda cor e alegria dos festejos juninos já tão aguardadas, as comidas típicas desse período do ano também ganham destaque e são muito apreciadas. Entretanto, para poder aproveitar as festas sem prejudicar a saúde, vale o alerta sobre o consumo desses alimentos. 
A orientação é da referência técnica de Nutrição da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Vanessa Barreto. Segundo ela, como a base do preparo da maioria das receitas utiliza ingredientes como milho, açúcar e leite de coco, a recomendação é fazer o consumo moderado.
“Nessa época do ano, há uma variedade de doces, bolos, pamonha e canjica, que são alimentos muito saborosos, mas que possuem uma carga calórica maior, quando comparada com a rotina alimentar diária, em qualquer outra época. E, além de evitar o consumo excessivo das comidas e bebidas típicas, é muito importante também estar atento ao modo de preparo e conservação desses itens, para evitar infecções intestinais”, orienta Vanessa. 
Ainda de acordo com a nutricionista, a atenção deve ser redobrada para aqueles que têm diabetes ou algum problema de saúde como hipercolesterolemia. Nestes casos, a orientação é substituir o açúcar por opções mais leves, como o adoçante.
“Os pratos típicos devem ser preparados no dia da festa, com todos os cuidados necessários no que se refere à higiene e qualidade dos ingredientes. Ficar atento à data de validade dos itens industrializados, o aspecto das frutas e demais ingredientes perecíveis também asseguram uma receita com qualidade e segurança alimentar. O consumo excessivo de álcool também não é recomendável”, salienta a nutricionista. 
Para não abusar durante as festas, a profissional orienta que seja feita uma refeição ou lanche saudável antes de sair de casa. “Essa estratégia simples ajuda a evitar que a pessoa queira provar de tudo na festa e acabe exagerando. A pessoa também pode priorizar o consumo de um ou dois alimentos de sua preferência. O milho, por exemplo, é alimento nutritivo, rico em fibras e vitaminas do complexo B, e está presente na maioria das receitas típicas”, completa Vanessa. 

Comente: