Primeiro Pró-Mulher…Pró-Família… de 2016 será no Japãozinho

O programa, Pró-Mulher…Pró-Família…, idealizado pela secretária da Família e Assistência Social, Maria do Carmo Alves, continua em 2016. A primeira edição deste ano acontece no próximo sábado, 20, na Unidade de Saúde da Família (USF) José Augusto Barreto, das 7h às 16h, no bairro Japãozinho. A proposta é levar às comunidades mais carentes de Aracaju, serviços de saúde, como testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatite B e C, e de glicemia, aferição da pressão arterial, vacinação e outros, com maior agilidade, priorizando o exame de lâmina e clínico das mamas.

Segundo a coordenadora do Programa, Patrícia Ribeiro, a ação deste final de semana deve atender cerca de 500 pessoas e, além dos exames, serão oferecidas palestras. “Apostamos na educação como forma de prevenção. Antes dos exames, as mulheres terão um momento de orientação para ficarem atentas à importância de realizar os exames periodicamente, como também manter uma boa qualidade de vida, para evitar doenças. Temos como alvo o público feminino, fazendo a detecção precoce do câncer de mama e de colo uterino, que são as maiores causas de morte entre as mulheres”, destacou.

Ainda segundo Patrícia, as edições devem acontecer pelo menos uma vez por mês. “Com essa periodicidade pretendemos atender um maior número de pessoas em 2016. Nossa proposta é que não sejam ações isoladas, mas que, à medida que forem identificadas alterações nos exames, as pessoas possam ser encaminhadas para o acompanhamento médico”, afirmou, pontuando ainda que os medicamentos serão dispensados no momento da consulta, de acordo com a prescrição médica.

A interatividade também foi inserida no programa. A Academia da Cidade, que é um programa da Prefeitura de Aracaju,  realiza um alongamento coletivo para quem estiver aguardando o atendimento. Para realizar os exames, é necessário levar a carteira do Sistema Único de Saúde (SUS), RG e CPF, como também o cartão de vacina, para atualização se necessário.

Na última edição, que aconteceu na USF José Machado de Souza, bairro Santos Dumont, foram realizados mais de 1.700 procedimentos, sendo 652 testes rápidos de sífilis, HIV, Hepatite B  e C; 153 exames clínicos das mamas; 117 exames de lâminas, dentre outros.

Comente: