Prefeitura vai economizar mais de R$ 800 mil com combustível até o final do ano

Uma ação incisiva de controle e acompanhamento já apresenta resultados significativos na redução dos gastos com combustível e locação de veículos na administração municipal. A partir de medidas de gerenciamento e controle decretadas pelo prefeito Edvaldo Nogueira, já houve uma redução de 25,42% nos gastos com combustível na frota que serve ao município, comparando-se o primeiro trimestre de 2017 com o mesmo período de 2016. Isto resulta numa economia mensal de R$ 204.429,08.
Enquanto nos três primeiros meses de 2016 foram gastos R$ 804.166,40, em 2017 isto foi reduzido para R$ 599.737,32. Mantendo esse patamar, até o final do ano a Prefeitura de Aracaju economizará R$ 817.716,32, o que é um resultado expressivo no atual cenário de escassez de recursos.
Rossini Espínola diz que a ação faz parte de uma determinação do prefeito Edvaldo Nogueira

De acordo com o coordenador da Central de Compras e Licitações (CCL) da Seplog, Rossini Espínola, isso se deu graças à adoção de mecanismos de controle de gestão determinados pelo prefeito logo no início da atual administração.

“Nós padronizamos o acompanhamento rotineiro dos gastos com combustível, cortamos excessos e estabelecemos uma informação diária para os gerentes de frota com a relação dos postos de combustível que estão praticando o menor preço. Tudo isso segue a determinação do prefeito Edvaldo Nogueira em dinamizar a eficácia no controle orçamentário e financeiro”, afirma o coordenador.
Contrato de Veículos
Paralelamente, graças a uma ação de repactuação dos contratos vigentes, também houve uma significativa redução no valor de locação de veículos, quando, por exemplo, se pagava por um carro 1.0, com motorista, R$ 3.580,00/ mês. Após a revisão contratual, esse valor foi reduzido para R$ 3.150,00/mês, representando uma economia anual, com o quantitativo utilizado, de aproximadamente R$ 25.000,00.
Ainda conforme Rossini Espínola, a adoção de um método centralizado de compras, a padronização dos pedidos de aquisição, tendo como foco a qualidade e economicidade, produzirão efeitos a longo prazo na otimização dos recursos públicos.
“Estamos adotando todas as medidas de controle de despesas e aferição criteriosa de licitações, contratos em andamento, convênios, aquisição de bens e contratação de serviços, bem como a redução de todas as despesas de custeio. Estas são medidas extremamente necessárias no atual cenário econômico financeiro encontrado na Prefeitura de Aracaju, que é de amplo conhecimento da sociedade”, complementa o coordenador.
Acompanhamento
O monitoramento contínuo para que todos esses recursos economizados sejam efetivamente investidos em outras áreas prioritárias também é, conforme o secretário Augusto Fábio Oliveira, uma atribuição da Seplog. “Nós estamos desenvolvendo mecanismos e indicadores de gestão que nos permitirão acompanhar detalhadamente a aplicação específica desses recursos nas demais áreas sob a responsabilidade da administração municipal. Esta é mais uma iniciativa que responde diretamente a uma determinação do prefeito para aperfeiçoar a gestão”, destaca.

Deixe uma resposta