Prefeitura prorroga decreto de enfrentamento ao coronavírus até o dia 2 de junho

Escolas e instituições de ensino superior permanecerão com funcionamento suspenso até 30 de junho

O prefeito Edvaldo Nogueira prorrogou, mais uma vez, o decreto de enfrentamento ao coronavírus em Aracaju. As medidas de isolamento social – de proibição do funcionamento de serviços não-essenciais e de aglomerações, do uso obrigatório de máscaras e da redução da frota do transporte público – foram estendidas até o dia 2 de junho. O novo decreto também amplia o período de suspensão das aulas nas escolas, faculdades e universidades públicas e particulares até 30 de junho.

“Decidimos pela manutenção do nosso decreto, por entender a importância das medidas de distanciamento social e de proibição das aglomerações. Temos acompanhado a disseminação da doença ao passo que aumenta também a ocupação dos leitos hospitalares. Por isso, é fundamental que todos os aracajuanos respeitem o decreto e evitem sair de casa. A Prefeitura está fazendo sua parte e precisa da colaboração de todos. Só assim conseguiremos diminuir o ritmo de contaminação do coronavírus. As nossas medidas estão mantidas até o dia 2 de junho, sendo que o funcionamento das instituições de ensino seguirá suspenso até o dia 30 de junho “, afirmou Edvaldo.

Medidas restritivas

As primeiras medidas para garantir o distanciamento social foram adotadas pela Prefeitura no dia 15 de março, após a confirmação do primeiro caso de contaminação pelo coronavírus, na cidade. Desde então, com base em avaliações periódicas do quadro de evolução do vírus na capital sergipana, e embasada em estudos científicos, a gestão municipal tem ampliado as ações, como forma de restringir ao máximo a circulação dos aracajuanos e, como consequência, a disseminação da covid-19.

Com isso, além das atividades comerciais, tem permanecido suspenso o funcionamento de shoppings centers, academias, teatros, casas de show e bares, enquanto restaurantes e lanchonetes continuam com sistema delivery. Também continua proibida a prática de qualquer atividade em áreas de lazer, espaços públicos e praias da cidade, assim como a realização de eventos que causem aglomerações.

Para assegurar o cumprimento das medidas estabelecidas pelos decretos, a administração municipal tem realizado fiscalizações pelos bairros da cidade, conscientizando a população e coibindo práticas que possam contribuir para a propagação do coronavírus. A ação é coordenada pela Secretaria da Defesa Social e integra equipes da Defesa Civil, Guarda Municipal e Procon.

Estruturação da Saúde

Ao mesmo tempo em que toma medidas de restrição do funcionamento de serviços não-essenciais, a Prefeitura de Aracaju atua fortemente na estruturação da Saúde. Um Hospital de Campanha com 152 leitos, para pacientes de baixa e média complexidade (que são de responsabilidade da gestão municipal) foi erguido rapidamente e já se encontra em funcionamento. Dezoito pacientes já passaram pela unidade. O hospital possui leitos de retaguarda e de estabilização. Há ainda 13 leitos no hospital municipal Nestor Piva, sete leitos no hospital Fernando Franco, além de 20 leitos contratados no hospital São José, 15 leitos pediátricos no hospital Santa Isabel e cinco no Hospital Universitário. A Prefeitura também instalou 20 leitos de retaguarda no Caps Jael Patrício.

Comente: