Prefeitura intensifica ações de fiscalização e conscientização no combate ao coronavírus

Como forma de intensificar as ações de fiscalização e conscientizar a sociedade do cumprimento das medidas do decreto, a Prefeitura de Aracaju apoiou a ação do Governo do Estado no combate à pandemia do coronavírus na capital, realizada na manhã deste sábado, 2. Equipes da Secretaria Municipal da Defesa Social e Cidadania (Semdec), por meio da Defesa Civil Municipal, Procon Aracaju e Guarda Municipal de Aracaju, e da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) acompanharam a operação de averiguação dos estabelecimentos comerciais no Centro e a ação educativa para o uso obrigatório de máscaras no terminais de integração do transporte coletivo.

Impedir aglomerações através do rigor na fiscalização e da realização de campanhas educativas foi uma determinação do prefeito Edvaldo Nogueira em reunião com o secretariado municipal, na última quinta-feira, 30, que já está sendo cumprida pelos órgãos municipais. Nesta manhã, a Defesa Civil e o Procon prestaram apoio à Polícia Militar do Estado de Sergipe, sob a coordenação e comando do coronel Marcony Cabral, realizando o fechamento de lojas que não poderiam estar abertas e verificando o cumprimento das normas de distanciamento social e higiene daquelas que possuem permissão para funcionar. Enquanto isso, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), em parceria com a SMTT, esteve presente em todos os terminais de integração da cidade, distribuindo 4.000 máscaras para aquelas pessoas que ainda estavam trafegando sem a devida utilização, conscientizando-as sobre a importância e obrigatoriedade do uso.

De acordo com o secretário municipal da Defesa Social e Cidadania, Luís Fernando Almeida, a partir deste domingo, 3, não será mais permitido o tráfego nos ônibus da capital sem o uso de máscara. “As pessoas precisam entender que as determinações buscam preservar a vida e o nosso sistema de saúde para que não entre em colapso, como estamos vendo em outros locais do Brasil e do mundo. É somente com a somação de esforços, com o trabalho em conjunto e com a conscientização das pessoas, cada um fazendo a sua parte, que nós iremos conseguir vencer essa guerra do coronavírus”, frisou o secretário.

Durante a fiscalização, o empresário do centro comercial da cidade, Antônio Carvalho, demonstrou sua indignação com as atitudes recentes da população. “A Defesa está fazendo uma belíssima campanha de fiscalização e orientação, mesmo assim, as pessoas estão fazendo aglomeração demais, sem necessidade. A minha loja está fechada desde o dia 21 de março, obedecendo o decreto, porque entendo que precisamos preservar a nossa vida e a dos nossos clientes. Estou sofrendo com isso, mas não estou só, é um problema mundial”, explicou o comerciante.

O coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, ressalta que, nesta manhã, foi orientado o fechamento de estabelecimentos comerciais que não estavam autorizados a funcionar, sob pena de sofrer sanções administrativas e penalizações, conforme a revogação do decreto de flexibilização de algumas áreas do comércio. “Imbuidos da missão de fazer cumprir os decretos do executivo, tanto o municipal, quanto o estadual, também buscamos garantir o respeito das normas de biossegurança, que são orientadas pelas autoridades de saúde e estão contempladas pelos decretos, e orientamos algumas pessoas que estavam transitando sem o uso da máscara para que utilizassem ou retornassem às suas residências. É uma luta de todos para que possamos ter êxito no combate ao coronavírus”, destacou o coordenador.

“As empresas que possuem autorização para funcionamento devem assegurar o cumprimento de algumas regras para permitir a entrada dos clientes no estabelecimento, como a disponibilização de álcool em gel ou higiene das mãos com água e sabão, uso de máscaras, distanciamento de dois metros entre as pessoas, entrada de apenas uma pessoa por família e de uma pessoa a cada cinco metros de área livre da loja. Ou seja, se o estabelecimento tiver 50m² de área livre, só poderá permitir a entrada de 10 pessoas para evitar aglomeração”, esclareceu o coordenador da Defesa Civil municipal, major Silvio Prado.

Terminais de integração

Em uma ação simultânea, iniciada às 7h da manhã, que segue até o final da tarde, a GMA disponibilizou guardiões em todos os terminais da capital para orientar e fiscalizar a respeito da obrigatoriedade do uso de máscaras. Como ação educativa, os agentes de trânsito da SMTT atuaram em conjunto, distribuindo máscaras e explicando a importância do seu uso. “Observamos de forma bastante positiva um amplo uso de máscaras pela população, mostra que os aracajuano está preocupado com os cumprimentos mínimos das regras para não se contaminar, nem contaminar o próximo”, afirma o diretor-geral da GMA, subinspetor Fernando Mendonça.

Comente: