Órgãos de proteção social e cidadania da Prefeitura são fundamentais no combate à covid-19

Por intermédio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), a Prefeitura de Aracaju tem desenvolvido um conjunto de ações para garantir a devida proteção e cuidado social aos cidadãos durante essa pandemia provocada pela covid-19.
De acordo com o secretário da pasta, Luís Fernando Almeida, a Semdec possui um papel eminentemente social. trabalhamos com a Guarda Municipal fazendo a segurança do patrimônio público, com a Defesa Civil mapeando áreas de risco e combatendo problemas ocasionados por fenômenos naturais, e com o Procon respondendo às solicitações dos cidadãos que se sentem lesados nas relações de consumo”, explica. Entretanto, complementa o secretário municipal, neste momento de pandemia os três órgãos, além de intensificarem suas atuções, têm trabalhado em conjunto para fazer cumprir os decretos estaduais e municipais, de modo a reduzir as aglomerações e, por conseguinte, a transmissão do vírus na cidade. 
“É um trabalho cansativo, diuturno, mas as equipes têm se empenhado muito, pois têm consciência da importância do que estão fazendo pela história da cidade em um momento tão crítico”, explica o secretário da Defesa Social e da Cidadania. 
Todo o trabalho da pasta é articulado ainda com outros setores da administração municipal, estratégia que tem garantido que as decisões tomadas para assegurar menos danos aos cidadãos tenham eficácia. 
“Desde o início dessa pandemia, a Guarda vem se empenhando diuturnamente para proteger ou ao menos minimizar os impactos devastadores desse vírus na população aracajuana, atuando em conjunto com outras secretarias, seja orientando usuários nos hospitais e postos de saúde, auxiliando nas fiscalizações aos estabelecimentos comerciais, interditando áreas públicas com histórico de aglomerações ou na distribuição dos kits de merenda escolar. É um trabalho amplo, na linha de frente, que nos deixa muito orgulhosos”, conta o guardião Robson Nunes. 
A sensação de cumprir um papel relevante durante o período atípico é compartilhada também pela geóloga Luísa Franco, que atua na Defesa Civil de Aracaju, órgão vinculado à Semdec. “De uma forma geral o combate à covid-19 parte do pressuposto do poder de convencimento e orientação da população a fim de seguir as determinações apontadas nos decretos. Desta forma, no dia a dia, lidamos com as diferentes realidades que a população e os comerciantes vêm enfrentando, e reforçamos a necessidade de seguir com as medidas de distanciamento, a utilização de produtos sanitizantes e de máscaras”, explica. 
Ainda segundo Luísa, as equipes da Defesa Civil têm reforçado, também, a necessidade de os estabelecimentos comerciais não essenciais permanecerem fechados na sua forma física, visando sempre evitar a propagação da doença e, assim, resguardar toda a  população. “Como membro da Defesa Civil e como cidadã, me sinto muito honrada de ter a oportunidade de participar de ações que visam o controle da covid-19 nesse momento tão complicado de crise para a toda a população”, enfatiza. 

“Trabalhando no corpo jurídico do Procon municipal estamos intensificando, por conta do momento sensível que vivemos, a fiscalização do cumprimento dos decretos, tanto sobre a abertura dos estabelecimentos comerciais quanto ao respeito às indicações de biossegurança,  na busca por minimizar os efeitos que esta pandemia pode gerar sobre o município”, ressalta Henrique Corrêa, advogado do órgão. 
Aliada à Semdec, diversas outras secretárias e órgãos municipais têm se empenhado nas ações planejadas pela Prefeitura de Aracaju para o devido enfrentamento à covid-19 na capital sergipana.

Comente: