Obras de infraestrutura no Santa Maria beneficiam mais de 60 mil moradores da região

A Prefeitura de Aracaju trabalha para concluir as obras de infraestrutura que executa, atualmente, em mais de 66 ruas das invasões da Terra Dura e do Santa Maria e loteamento Senhor do Bonfim, comunidades localizadas no bairro Santa Maria.

A partir da implementação de um parque urbanístico, a Prefeitura atua para equacionar os problemas estruturais existentes na região, com obras que criarão um novo cenário urbano e proporcionará novas perspectivas de vida para as quase 60 mil pessoas que residem no bairro.

As mudanças vêm acontecendo gradativamente e já há vias totalmente pavimentadas, outras recebendo o sistema de drenagem pluvial e a fase de terraplenagem. Para isso, a Prefeitura investe no Santa Maria, apenas nestas obras, cerca de R$11,2 milhões, com recursos conveniados com o Governo Federal.

Na invasão do Santa Maria e loteamento Senhor do Bonfim, cerca 90% dos projetos de infraestrutura já estão concluídos, e as vias estão prontas para receber a pavimentação, a exemplo da da avenida Valter Barreto e da Travessa C. Na região, 30 ruas contempladas nesta obra já estão devidamente pavimentadas, com calçadas e passeios públicos e o saneamento concluído. Outro serviço executado é a construção de muros de contenção e calçamento à base de paralelepípedo na avenida Santelmo Duarte, na base do morro do Avião.

Em outra frente de trabalho, na invasão da Terra Dura, as vias recebem a implantação do sistema de drenagem.

A assimetria de cronogramas entre as duas frentes de trabalho são explicadas pelo secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari, que destaca a interferência das chuvas no desenvolvimento das obras. “O ritmo da obra ficou comprometido durante o inverno pois não tínhamos condições técnicas de trabalhar em escavações e pavimentação. Agora o ritmo está bastante satisfatório”, garante o secretário.

Transformação do Santa Maria

Do ponto de vista populacional e territorial, o bairro Santa Maria, na zona Sul da cidade, é maior do que a maioria dos municípios sergipanos: são aproximadamente 60 mil pessoas vivendo em uma área de quase 12,5 mil quilômetros quadrados. É quase uma cidade dentro de outra e o objetivo da gestão municipal com este montante de recursos financeiros aplicados no bairro é corrigir os problemas historicamente identificados na infraestrutura e ressignificar a vida das milhares de famílias que vivem na localidade.

O sorriso no rosto de dona Núbia Silva releva a satisfação de quem vê as mudanças acontecerem. “Eu moro aqui há mais de 25 anos e foi nesta casa que meus filhos nasceram e se criaram e fico muito feliz depois de tantos anos a gente poder olhar para a rua toda pavimentada e limpinha. É um sonho, sinceramente”, diz a moradora da rua C, da antiga invasão do Santa Maria. “Agora a gente vai usar a rua para fazer nossas confraternizações de Natal, São João e até aniversários e chamar nosso amigos a familiares porque não vai fazer mais vergonha”, completa dona Núbia.

Mais adiante, outra expressão de felicidade aponta o valor social desta obra. A representante comercial Fabiana Menezes não esconde a satisfação que sente ao andar pelas ruas urbanizadas. “Antes não passa ônibus, táxi não queria conseguiam chegar e quando chovia nem mototáxi queriam vir pegar frete. Era uma dupla decepção porque a gente ficava ilhados e parecia que não tínhamos os mesmos direitos do restante da cidade. Mas a partir de agora as coisas vão mudar e com a graça de Deus não teremos mais sofrimento”, comemora Fabiana.

Comente: