Obras da Interligação das Avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto possui três frentes de trabalho

ee3e9fc395673615cefca88a04682584Executada pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), em parceria com o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE), a obra que recebe investimentos no valor de R$ 40.184.425,70

 

Os serviços para melhorias da mobilidade urbana da capital tomam forma a cada dia. Uma parte da nova alça do viaduto em frente ao Detran e que servirá de interligação com o prolongamento da Avenida Rio de Janeiro já é visível, indicando que o mais novo corredor viário de Aracaju tem novos contornos.

Executada pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), em parceria com o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE), a obra que recebe investimentos no valor de R$ 40.184.425,70, provenientes do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) avança em suas três frentes de trabalho.

De acordo com o Secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, a obra já apresenta celeridade. “No ponto inicial da interligação, ao lado do viaduto do Detran, executamos o muro de contenção do canal, já foram cravadas as 150 estacas metálicas, concretados sete dos nove blocos de fundação, três das sete travessas e os 12 pilares de sustentação referentes à alça do viaduto”, explica.

Ele diz ainda que os trabalhos nas outras frentes também estão evoluindo consideravelmente. “Os serviços de drenagem e rebaixamento do lençol freático em frente aos condomínios residenciais seguem a todo vapor. Logo adiante, às margens do Rio Poxim, 34 estacas para as fundações das duas pontes que serão construídas já foram cravadas, e, ao lado da ponte que separa os conjuntos Orlando Dantas e Marivan, onde será construída mais uma ponte que faz parte do projeto de interligação, os serviços de sondagem já foram concluídos, o que só reforça o bom andamento dos trabalhos”, ressalta.

Valmor Barbosa reitera que a tendência da obra é evoluir ainda mais. “Nos próximos dias, faremos o lançamento das vigas do 4º vão, a fim de que posteriormente seja feita a concretagem da laje do tabuleiro da nova alça do viaduto, daremos prosseguimento ao serviço de drenagem, bem como ao cravamento das estacas às margens do Rio Poxim,  aumentando, assim, o efetivo que hoje totaliza 118 profissionais se revezando nas três frentes de trabalho, o que nos dá a garantia que os serviços serão concluídos dentro do cronograma mantido”, assegura.

Por Alex Santiago, repórter da Seinfra

Comente: