Obra marca novo tempo para o loteamento Moema Mary

“O progresso não é senão a realização das utopias”. A frase atribuída ao poeta e dramaturgo britânico, Oscar Wilde, sintetiza o estágio de transformações urbanísticas ocorridas nas ruas do loteamento Moema Mary, bairro Cidade Nova, resultado das obras estruturantes executadas pela Prefeitura de Aracaju. O progresso representa mais saneamento básico, ruas pavimentadas, ambientes arejados e adequados para o convívio social. As utopias, ou os sonhos de dias melhores daquela coletividade, finalmente estão sendo realizados e em tempo relativamente célere, dadas as condições econômicas e financeiras porque passam os entes federados do Brasil.

A obra da primeira etapa do loteamento contempla 12 ruas com sistema de drenagem, pavimentação, rede coletora de esgoto e construção de contenções nos locais que necessitam. O projeto inclui, também, o reforço da estrutura de um canal aberto, localizado entre a avenida A e a travessa B. O montante dos investimentos totalizam, aproximadamente, R$ 2,5 milhões em recursos conveniados entre a Prefeitura e o Governo Federal.

Cerca de 300 famílias estão sendo beneficiadas no Moema Mary com este empreendimento que significa a aplicação de políticas públicas de infraestrutura, garantia de direitos sociais e restauração da cidadania de uma população que, por muito tempo, padeceu pela ausência do poder público.

Os avanços conseguidos com os investimentos resolverão não apenas os problemas históricos do Moema Mary, mas também os transtornos sazonais na avenida Euclides Figueiredo, já que o problema decorrido do material que desce da parte alta do loteamento será estancado.”São investimentos com a marca da responsabilidade social desta gestão que prioriza a qualidade de vida dos aracajuanos. É notório as transformações que esta obra gera no parque urbanístico do loteamento. Seja com a implantação da drenagem, que por ficar embaixo do solo não causa tanto impacto visual, ou com as ruas já pavimentadas, o momento é, de fato, um progresso que só quem vive lá poder calcular”, declara o secretário de Infraestrutura e presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari.

Andamento

Aproximadamente 30 operários atuam no projeto com a implantação do pavimento e da rede de drenagem, além da escavação de valas para acomodar as manilhas e acabamento. A etapa mais evidente agora é a pavimentação, intensificada para aproveitar os dias em que as chuvas ainda não chegaram como prevêem os institutos meteorológicos.

 

Comente: