Núcleo de Apoio ao Trabalho abre inscrições para cursos destinados à pessoa com deficiência

Em parceria com a Procuradoria Regional do Trabalho e com o objetivo de incluir e melhor preparar pessoas com deficiência para o mercado, o Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) está ofertando quatro cursos profissionalizantes a partir deste mês de janeiro. Com as inscrições abertas, as aulas podem começar assim que as turmas das capacitações em Técnico de Enfermagem e Segurança do Trabalho forem fechadas.

São 30 vagas abertas para Técnico de Enfermagem, 10 para Segurança do Trabalho, 30 para Vigilante e mais 20 para atualização de Vigilantes que já estão na ativa. Para esses trabalhadores, o NAT já oferta todos os dias vagas de emprego e realiza seleções para o preenchimento de todas elas, mas uma capacitação era necessária também.

É o que conta Sandra Magna, diretora do NAT. Segundo ela, essa é uma necessidade atual da maioria dos trabalhadores. “Nós estamos observando algumas vagas, como as destinadas a profissionais com ensino superior, que não têm público, além de algumas de nível médio. Então, precisamos desses cursos para preparar as pessoas para incluir no mercado de trabalho atual, que é tão exigente”, destacou.

A diretora ressaltou ainda a importância da parceria firmada com a Procuradoria do Trabalho. “Nós estamos recebendo a receita pronta para executar aqui no NAT e isso mostra a confiança por parte da Procuradoria no nosso trabalho. Já fazemos o contato do empregador com o futuro empregado, mas agora também vamos capacitar grande parte deles”, pontuou.

Sandra disse que esse é só o começo de uma série de novos projetos que vêm por aí. “A meta é ficar cada vez mais perto do trabalhador, orientando e capacitando. Queremos oferecer mais cursos também para outros tipos de públicos que nos procuram, porque entendemos que essa é mais uma forma de oferecer um serviço de qualidade”, comentou.

A unidade, que é vinculada à Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh), agora trabalha na organização dos últimos detalhes para o começo das aulas, que ocorrerão no próprio Núcleo.

Diariamente, dinâmicas e palestras têm sido realizadas com as cerca de 200 pessoas que passam por lá. Nas oportunidades, além de temas de utilidade pública e grande relevância, como DSTs, combate à dengue e alimentação saudável, os usuários do NAT recebem dicas sobre o mercado, o processo de cadastramento e o comportamento ideal para o ambiente de trabalho.

Comente: