Natal e Ano Novo: Lojistas otimistas começam a contratar

Durante os meses de novembro e dezembro os lojistas e consumidores já se preparam para as festas de fim de ano. De um lado a possibilidade de aumentar as vendas e ainda gerar um maior número de emprego. Do outro o consumidor, que aproveita a data para presentear os entes mais queridos.

Considerada uma época de fraternidade, alegria e carinho, o Natal traz a esperança de que as coisas possam vir a melhorar em vários aspectos e é justamente por isso que os consumidores fazem um esforço extra para comprar aquela ‘lembrancinha’.

Quem passa pelo comércio e shopping da capital percebe que os lojistas já estão se preparando paras a festa de fim de ano. Seja na decoração das lojas ou na contratação de serviços.

Para o Sindicato dos Lojistas de Sergipe (Sindilojas), em 2015 o número de contratações deve voltar a se repetir, porém não na mesma intensidade de anos anteriores.

“Acredito que este ano as contratações devam ocorrer em torno de 3% do total de empregados do comércio em geral”, diz Gilson Figueiredo, que preside a entidade.

No mercado, as pequenas e médias empresas deverão concentrar o maior número de contratações durante os meses de novembro/dezembro.

“Este período, apesar da economia se encontrar em retração, é mais que propício para que parte das contratações temporárias seja transformada em efetivas. Dados demonstram que em torno de 15 a 20% das contratações dos temporários tornam-se definitivos”, pontua.

Segurança

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Polícia Militar (PM) se reuniram na última quinta-feira, 29, para discutir a Operação Comércio Seguro 2015.

A ação visa promover policiamento ostensivo na área comercial de Aracaju, garantindo a segurança dos lojistas e consumidores.

Nesse período, a PM reforça o efetivo policial em várias áreas comerciais – Centro, Siqueira Campos, 13 de julho – não somente para trazer maior segurança aos lojistas e, principalmente, aos consumidores.

Durante os meses de novembro e dezembro os lojistas e consumidores já se preparam para as festas de fim de ano. De um lado a possibilidade de aumentar as vendas e ainda gerar um maior número de emprego. Do outro o consumidor, que aproveita a data para presentear os entes mais queridos.

Considerada uma época de fraternidade, alegria e carinho, o Natal traz a esperança de que as coisas possam vir a melhorar em vários aspectos e é justamente por isso que os consumidores fazem um esforço extra para comprar aquela ‘lembrancinha’.

Quem passa pelo comércio e shopping da capital percebe que os lojistas já estão se preparando paras a festa de fim de ano. Seja na decoração das lojas ou na contratação de serviços.

Para o Sindicato dos Lojistas de Sergipe (Sindilojas), em 2015 o número de contratações deve voltar a se repetir, porém não na mesma intensidade de anos anteriores.

“Acredito que este ano as contratações devam ocorrer em torno de 3% do total de empregados do comércio em geral”, diz Gilson Figueiredo, que preside a entidade.

No mercado, as pequenas e médias empresas deverão concentrar o maior número de contratações durante os meses de novembro/dezembro.

“Este período, apesar da economia se encontrar em retração, é mais que propício para que parte das contratações temporárias seja transformada em efetivas. Dados demonstram que em torno de 15 a 20% das contratações dos temporários tornam-se definitivos”, pontua.

Segurança

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Polícia Militar (PM) se reuniram na última quinta-feira, 29, para discutir a Operação Comércio Seguro 2015.

A ação visa promover policiamento ostensivo na área comercial de Aracaju, garantindo a segurança dos lojistas e consumidores.

Nesse período, a PM reforça o efetivo policial em várias áreas comerciais – Centro, Siqueira Campos, 13 de julho – não somente para trazer maior segurança aos lojistas e, principalmente, aos consumidores.

Comente: