Na live pelas redes sociais, Edvaldo, prefeito explica pagamento de músicos do Forró Caju

Para quem acha impossível ir de Norte a Sul de Aracaju em uma hora, o prefeito Edvaldo Nogueira mostra que é capaz e fez isto, na noite desta segunda-feira, 27, junto com a população. Através da #LiveComEdvaldo, em suas redes sociais, o prefeito respondeu a questionamentos dos internautas de todas as regiões da capital. O encontro marcado a cada 15 dias, pontualmente às 19h, rendeu, nesta última edição, perguntas de cerca de 50 assuntos diferentes sobre diversas demandas de uma cidade que tem vivido o momento de reconstrução. De saúde a esporte, de educação a obras, Edvaldo Nogueira se colocou à disposição para responder as dúvidas e solucionar os principais problemas apresentados por quem melhor entende de Aracaju, o cidadão.

O prefeito abriu o bate-papo relembrando um dos momentos que mais lhe trouxe comoção e orgulho ocorrido na semana passada com a entrega de imóveis a 468 famílias do Residencial Vida Nova, localizado no bairro Santa Maria. “Guardei a frase de uma das moradoras que disse ‘aqui é o meu palácio’. A entrega das chaves me trouxe muita alegria. O tema da habitação me dá muito contentamento. Fiz a entrega das unidades habitacionais que eu tinha deixado contrato feito, cerca de R$25 milhões, mas, a obra demorou para ser entregue, cheia de problemas e terminou sendo ocupadas por pessoas que não eram as donas das casas. Retomamos a parceria com a Caixa. Tinha gente recebendo auxílio moradia há seis, sete anos. Toda pessoa sonha em ter a casa própria e eu pude realizar o sonho dessas famílias. Por isso, estou muito feliz”, comentou o prefeito ao ressaltar que foi o gestor que mais entregou moradia, cerca de cinco mil casas durante a sua gestão passada.

Pagamento dos músicos 

Um dos questionamentos que chegou ao prefeito foi sobre o pagamento dos músicos que tocaram durante o Forró Caju. Nos últimos tempos, este tem sido um assunto recorrente, sobretudo dentro do universo político. Sem titubear, Edvaldo respondeu à pergunta do internauta Denilson Maciel. “Infelizmente, tem muita gente querendo usar isso politicamente, como é um período eleitoral. Todos os artistas sabiam, inclusive falei isso a eles pessoalmente, que os recursos estavam garantidos, mas, o pagamento só seria feito em aproximadamente 60 dias depois porque todo pagamento vindo do Governo Federal é assim. Os recursos são do Ministério da Cultura ontem mesmo recebemos a informação vinda de lá que eles estavam analisando os processos. Na terça-feira estou indo a Brasília e estou tentando marcar uma audiência com o ministro da Cultura para tentar viabilizar isso o mais rápido possível, mas a parte da Prefeitura já foi feita, que foi garantir os recursos”, respondeu.

PL das carroças 

O segundo ponto mais questionado pelos internautas foi com relação ao Projeto de Lei que propõe o fim gradativo das carroças em Aracaju. A hashtag #sancionaEdvaldo foi muito citada, entretanto, o prefeito esclareceu um ponto essencial da questão. “Vejam, é preciso que o projeto chegue até mim para que eu possa avalia-lo. Ele ainda vai ser votado na Câmara, então, precisa passar primeiro por lá. Vindo para as minhas mãos, eu vou ter 15 dias para avaliar. Se for uma lei justa, eu vou sancionar, se não for, eu não sancionarei. Preciso ver o projeto. Quando eu fui prefeito da outra vez, nós emplacamos carroças, existe hoje um projeto na Fundat chamado ‘Amigo Carroceiro’ com capacitação, então, tem muita gente envolvida. Eu também sou a favor que diminua o número de carroças na cidade e até que se extingue. Eu acho que o trabalho de carroceiro que não é legal no século 21. É um trabalho muito difícil para o próprio carroceiro e ainda para os animais que dá muita dó e não é isso que queremos para os animais que muitas vezes não são bem tratados, bem alimentados, não têm onde ficar direito. Mas, é preciso ver o projeto e vou me pronunciar quando estiver acesso a ele. Esse é um tema que quero discutir”, frisou Edvaldo.

Reajuste dos servidores e pagamento dos exonerados 

Tomando como gancho a pergunta de Nívea Valença, Edvaldo esclareceu alguns internautas sobre o reajuste dos servidores e pagamento dos exonerados. “Esse ano não vai ter reajuste. Se vocês se lembram, o prefeito passado não pagou o salário de dezembro e nem o décimo terceiro, deixou uma dívida de R$120 milhões só de salários atrasados. No ano passado, eu tive que pagar 15 salários, contando com esse ano, um esforço gigantesco. Não tinha condições de pagar os atrasados e o reajuste. Se eu desse o reajuste, iria acabar acontecendo o que aconteceu antes. Eu preferi pagar em dia, do que dá 4, 5% de reajuste e atrasar o salário porque a gente não tem condições de conceder agora. A maioria dos servidores está entendendo isso. Sobre os exonerados, posso afirmar que estamos pagando. Já pagamos R$5 milhões e estamos pagando os que faltam, mas, é muita gente, por isso, peço paciência a quem ainda não recebeu, mas digo que não se preocupe porque vai receber”, destacou.

Maternidade do 17 de Março 

Mateus Santos sente falta de notícias sobre e maternidade do 17 de Março, mas o prefeito achou pertinente esclarecer o internauta. “Eu deixei os recursos, deixei o projeto pronto, mas, infelizmente, as obras ficaram quatro anos paralisadas. Nós estamos retomando o projeto. Quando um projeto fica parado por tanto tempo, ele precisa ser reestudado, reavaliado, refeito. Nós já fizemos as modificações no projeto e enviamos para a Caixa Econômica Federal e nesta semana recebemos a informação de que ela aprovou e quando esse processo terminar por lá, enviaremos para a Emurb para abrir o processo de licitação. Creio que, até novembro, daremos a ordem de serviço e quero até 2020 inaugurar essa maternidade que é um sonho que tenho”, ressaltou.

Lixo 

Conectada com a sustentabilidade, a internauta Suellen Porto perguntou sobre projeto de coleta seletiva, reciclagem e educação ambiental. “A Prefeitura já faz coleta seletiva em alguns bairros de Aracaju, ainda é um projeto inicial que estamos trabalhando porque a gente precisa fazer um projeto paulatino, mas, estamos em andamento, inclusive nós temos convênio com catadores de lixo. Inauguramos na semana passada o primeiro ecoponto do estado que vai ser um elemento muito importante para ampliar a coleta de lixo e fazer a educação ambiental. Veja que a limpeza pública de Aracaju já melhorou muito de quando eu entrei para cá. As ruas, os canais, os jardins estão mais limpos. Os resíduos da construção civil é que vamos trabalhar ainda mais para melhorar”, esclareceu.

Bloco de notas 

Entre perguntas, sugestões e elogios à gestão, o prefeito Edvaldo Nogueira não deixou de lado o pensamento de que o cidadão é quem ajuda a construir a cidade, por isso, enquanto realizava a live, o prefeito também reconheceu alguns ajustes que precisam ser realizados e se comprometeu em atender as demandas apresentadas pelos internautas. Com o bloco de notas em mãos, Edvaldo anotou os pontos mais importantes ressaltados e agradeceu ao final da transmissão ao vivo após ter passeado por toda a cidade com apenas um clique.

Comente: