Junta Comercial integra Vigilância Sanitária Estadual na Rede de Simplificação de Empresas

O Governo de Sergipe, por meio da Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese), tem uma excelente notícia para os empresários sergipanos. Nesta terça-feira, 13, às 8h30, durante sessão plenária do Colégio de Vogais do órgão, a Vigilância Sanitária de Sergipe será integrada, oficialmente, à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim)/Agiliza Sergipe.

A Vigilância Sanitária é o primeiro órgão estadual de licenciamento a fazer parte da Redesim em Sergipe, rede que tem o grande objetivo de unificar de forma online todos os órgãos públicos envolvidos na abertura, legalização e baixa de empresas, bem como desburocratizar os procedimentos que englobam o início das atividades de um negócio por meio do Portal de Serviços Agiliza Sergipe (www.agiliza.se.gov.br). Coordenada pela Jucese no Estado, a Rede de Simplificação de 2014 para cá já integrou a Receita Federal e 24 Prefeituras Municipais.

A adesão da Vigilância Estadual à Redesim traz uma série de benefícios para os empresários, os cidadãos, como a eliminação da necessidade de ir à Vigilância para protocolar processo, entregar documentos; expedição imediata do alvará (a depender do grau de risco da atividade econômica da empresa); controle total por parte da Vigilância das empresas abertas no Estado que necessitam de alvará, protegendo ainda mais a saúde da sociedade.

“Por determinação do Governador Jackson Barreto, e seguindo as metas inseridas no Plano Estratégico 2015/2018, estamos trabalhando para tornar Sergipe um dos Estados menos burocrático para constituição, legalização de uma empresa no Brasil. Com o ingresso da Vigilância Estadual na Redesim, crescemos muito para alcançar isso. A partir de agora, o órgão receberá automaticamente todas as documentações, informações das empresas registradas na Junta Comercial”, destaca o presidente da Jucese, George da Trindade Gois, que elogia o pioneirismo da Vigilância Sanitária.

“Temos que dar parabéns ao Antônio Pádua (diretor da Vigilância Sanitária de Sergipe), à Secretaria de Estado da Saúde, pelo trabalho feito para se tornar o primeiro órgão estadual de licenciamento a aderir à Redesim. A Junta Comercial fica muito contente de ver o esforço da Vigilância Sanitária para simplificar a abertura de empresas. Também não podemos deixar de agradecer o apoio do Sebrae – nosso parceiro na expansão da Redesim no Estado – na sensibilização”, ressalta.

Antônio Pádua destaca que a Vigilância Sanitária de Sergipe não é apenas um órgão de fiscalização. “Temos um compromisso com o fomento da atividade econômica, geração de emprego no Estado. Estabelecemos parceria com a Junta Comercial com objetivo único de modernizar, simplificar as demandas da Vigilância no pleno funcionamento das empresas. Era um sonho acalentado nosso, de alguns anos, de entrar na Redesim”, afirma.