Jackson Barreto participa de entrega de título de cidadã sergipana a Lycia Diniz

Médica é superintendente do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse)

Nesta segunda-feira, 22, o governador Jackson Barreto participou da sessão especial de entrega do título de cidadã sergipana a Lycia Maria Diniz Mendonça Alves, superintendente do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). A médica foi homenageada pelos serviços prestados à população sergipana na área da saúde. O requerimento do título foi de autoria do presidente da Casa Parlamentar, deputado Garibalde Mendonça.

Natural da cidade Buenópolis (MG), a médica mudou-se para Sergipe em 1981, quando casou com o sergipano Marcos Diniz. Sua formação foi pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), em 1998. “A homenagem prestada hoje à nossa doutora Lycia, é ao trabalho, amor, solidariedade e a um coração de uma profissional devotada à causa da saúde. Ela é uma mulher extremamente compreensível e fiel a fazer saúde para as pessoas mais pobres. Tenho certeza que a Assembleia Legislativa, ao conceder esse título de cidadã, levou em conta, acima de tudo, o profissionalismo, a competência, ética, seriedade e o amor da doutora ao Huse e ao próximo, e, também, à vontade de melhor servir as pessoas mais humildes, pois esse é o papel do Hospital e de Lycia”, declarou o governador.

Durante a solenidade, o presidente da Alese, Garibalde Mendonça, afirmou que o título de cidadã sergipana foi aprovado por unanimidade, e destacou algumas qualidades da médica. “Lycia ganhou o coração dos sergipanos. É uma pessoa firme sem perder a doçura. É focada no atendimento ao público. Tem diálogo aberto com os servidores e comprometimento com a causa. Ela buscou excelência em sua trajetória”, pontuou.

A superintendente do Huse agradeceu pela homenagem e contou um pouco de sua trajetória. Ela relembrou os momentos quando, desde criança, já se preocupava em cuidar das pessoas. Dentre os episódios vividos, Lycia relatou que ajudou a mãe a cuidar dos retirantes do Nordeste que paravam na estação de trem de sua cidade natal. Ela ainda contou que, ao se mudar para Curvelo, ainda adolescente, colaborou no hospital local.

“Já em Sergipe com os filhos pequenos, e após ficar 10 anos sem estudar, passei no vestibular de Medicina. Isso, para mim, foi como ganhar medalha de ouro nas Olimpíadas. Fui da segunda turma de residentes da UFS. Depois passei no concurso público para cirurgião de emergência e atuei em vários cargos. Assumi a superintendência do Huse em 2014. Jackson Barreto, sensível às causas humanas, quis colocar à frente alguém com conhecimentos técnicos. E esse era um sonho antigo meu”, falou Lycia Diniz, que agradeceu a presença do governador na solenidade e disse que se sentia honrada com o ato de Jackson.

Lycia integra o quadro funcional do Huse desde 2002 e no local já atuou, entre outras funções, na coordenação de Internamento e Pronto Socorro, Gestão de Leitos e nas diretorias Clínica e Técnica.

Comente: