Hospitais Municipais realizam mais de 1.400 atendimentos no final de semana

phpThumb_cache_www.aracaju.se.gov.br_srcc0a61605f3077450d3b43d206a3dcdcc_par32df3178023bb7b71a84b9034b5fa75e_dat1443456434Final de semana de trabalhos tranquilos dentro dos Hospitais Municipais Fernando Franco (Zona Sul) e Nestor Piva (Zona Norte). Ao todo, foram realizados 1.446 procedimentos médicos, sendo a maioria dos casos na área clínica. A estabilização das escalas médicas e o abastecimento contínuo de medicamentos regularizaram o atendimento.

No Nestor Piva foram realizados 870 registros de pacientes, sendo destes: 626 clínicos, 105 ortopédicos, 120 cirurgias realizadas e 19 atendimentos no plantão noturno de odontologia. De acordo com a gerente do Nestor Piva, Ana Cristina Carvalho de Melo, tudo transcorreu dentro do planejado, porém, os casos de viroses marcaram o final de semana.

“Há alguns meses estávamos registrando um número médio de 200 atendimentos por dia, no final de semana, mas neste último tivemos mais movimento, com índices nunca mais atingidos por nós. As viroses foram as principais causas dos registros, onde muitos pacientes entraram com sintomas de vômito, dor de cabeça e dor de barriga. Em casos mais intensos, com dores, nós internamos os pacientes, mas a grande maioria foi consultada e encaminhada para casa”, explicou Cristina.

Para Valdeilde da Conceição Santos, a procura pelo atendimento no Zona Norte acontece devido ao nível de confiança que o Hospital Municipal tem para ela, enquanto paciente. “Já sou usuária de carteirinha do Nestor Piva e sempre sou bem atendida. Não tenho do que reclamar, pois procuro no final de semana e vejo que o atendimento flui aqui tranquilamente. Se eu precisar de algo durante a semana, para casos menos graves, vou à Unidade de Saúde da Família do meu bairro”, pontuou.

Assim que sentiu uma disritmia no coração, Everton Gouveia Rocha foi até o Hospital Nestor Piva verificar a situação. “Vim fazer um eletro do coração e fui bem atendido. Assim que entrei fiz a ficha e fui logo entrando para fazer o exame. Os médicos me trataram bem. Vejo que está melhorando o atendimento e isso nos deixa satisfeitos enquanto usuários dos serviços”, disse.

Já no Hospital Fernando Franco foram pontuados 576 atendimentos, também a grande maioria ficando na escala dos clínicos (com 392 casos), seguidos de 104 casos pediátricos e 80 cirúrgicos. Para a gerente interina do Fernando Franco, Maria Joselita Sobral, o nível foi dentro do esperado para o final de semana. “Estávamos preparados para atender tranquilamente os pacientes. Já estamos nessa estabilização de acolhimento, internação e medicamento há alguns meses e isso nos tranquiliza quanto ao tempo adequado com cada paciente, seja no diagnóstico das doenças e ou no acolhimento aos cidadãos”, frisou.

Comente: