Feirantes e consumidores contam com nova estrutura na feira do Augusto Franco

Uma nova realidade pôde ser presenciada, nesta quarta-feira, 5, por consumidores e comerciantes na feira livre do conjunto Augusto Franco, na zona Sul da cidade.  Diferentemente do cenário da última quarta-feira, 29, o que se viu hoje foi um ambiente organizado, com corredores mais amplos, lonas e bancas renovadas. 
A readequação da estrutura dos espaços de comércio ao ar livre da capital, implementada pela Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), contemplou outras 23 feiras. “Esse trabalho atende aos anseios dos consumidores e até mesmo de feirantes que estavam incomodados com a desorganização e o desconforto que muitos desses centros estavam oferecendo”, enfatizou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.
A instalação das 500 novas bancas, que foi acompanhada de perto pelos fiscais da empresa municipal, agradou a feirante Vilma de Jesus Barreto. Comercializando raízes há mais de 20 anos no local, ela comentou sobre a diferença das estruturas disponibilizadas. “Com as novas bancas, iremos acomodar melhor nossas mercadorias e, com tudo organizado, fica melhor também para a clientela”, afirmou ela.
Prejudicada pela falta de energia elétrica no espaço, na semana passada, a comerciante de pescados Maria Rodrigues, hoje só tinha motivos para comemorar. “Na semana passada, vivenciamos um verdadeiro caos, sem energia, lonas velhas e rasgadas, e praticamente caindo em nossas cabeças por conta da falta dos ganchos. Hoje, os fregueses já chegaram elogiando o ambiente e nós só temos motivos para agradecer”, destacou ela que, além da feira do Augusto Franco, comercializa nas feiras do Grageru, Batistão e Suíssa, que também já passaram pelo processo de reorganização.
Além da organização do espaço, outro motivo de elogio por parte dos consumidores foi a disposição das bancas de forma setorizada, de acordo com os produtos comercializados.“Gostei muito do que encontrei. Com a retirada dos toldos ficou melhor de visualizar e identificar as bancas com os produtos que precisamos. O aspecto do local ficou bem mais agradável”, comentou o aposentado Teófones Rodrigues Correia, frequentador assíduo da feira.
Antônio Raimundo Cordeiro de Oliveira, que reside no bairro Farolândia, também comemorou a readequação do ambiente. “Com o espaço com mais luminosidade, fica bem melhor pra escolhermos os produtos. Com as outras estruturas que eram oferecidas ficava muito escuro. Agora está muito melhor”, considerou. 

Comente: