Emsurb reúne setores para retirada de feira da praça João XXIII

A feira que acontece na praça João XXIII, em frente à Rodoviária Velha, no centro de Aracaju, tornou-se um grande problema para a população e órgãos fiscalizadores, tanto pela irregularidade da ocupação, como por ter se transformado em ponto de negociação de drogas ilícitas. Recentemente, três homicídios ocorreram no local, causando pânico aos transeuntes e comerciantes. O espaço, ocupado de forma desorganizada na gestão passada, conta com 142 bancas e 119 feirantes, sendo 74 da capital e 45 do interior sergipano.
A Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), órgão responsável pela organização dos espaços públicos, já estava analisando a retirada dos feirantes da praça, prevendo a melhoria da mobilidade urbana. Com os últimos acontecimentos e apelo da população, da Fecomércio, Coopertalse e da própria Associação de Feirantes, o plano de ação foi ampliado e passa a envolver também a Polícia Militar de Sergipe, Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) e a Guarda Municipal. As primeiras medidas foram discutidas na manhã desta quinta-feira, 16, na sede da Emsurb, com o diretor Luiz Roberto Dantas e representantes dos respectivos setores.
Na oportunidade, o major Ildomário Gomes, coordenador de Operações do 8º Batalhão da PM, ressaltou a importância da iniciativa. Ele expôs que as ocorrências da área aumentaram e envolvem, além de roubos, denúncias de consumo e tráfico de drogas e assassinato “A insegurança vem de todos os lados, pessoas que comercializam na praça da Rodoviária estão assustadas, pois marginais estão utilizando bancas para se esconderem ou disfarçarem o comércio de drogas”, informou o representante da PM.
O presidente da Emsurb Luiz Roberto Dantas destacou que existe uma expectativa da população no sentido de que sejam tomadas medidas por parte dos órgãos competentes.
Estratégias de ação
No próximo dia 24, às 9h, as partes se encontrarão mais uma vez na sede da Emsurb. Nesta ocasião, elas apresentarão de forma individual suas estratégias de ação. A SMTT, por exemplo, já anunciou que trabalhará novo planejamento de circulação na área. “Além da organização do espaço público, o tráfego melhorará consideravelmente, beneficiando motoristas, passageiros e pedestres”, ressaltou o diretor de Trânsito, Thiago Alcântara.

Comente: