Edvaldo: “No aniversário de Aracaju, renovo o compromisso de fazer o melhor para nossa gente”

O dia começou de maneira especial em Aracaju. Neste domingo, 17 de março, dia do aniversário da transferência da capital de Sergipe, as comemorações pela data se iniciaram na colina do bairro Santo Antônio, onde a cidade nasceu. Uma Missa em Ação de Graças  foi celebrada pelo arcebispo metropolitano Dom João José Costa. O prefeito Edvaldo Nogueira, presente no ato, exaltou a força e a vitalidade de Aracaju e do seu povo. Após o evento religioso, foi realizada a aposição de flores no monumento erguido em homenagem ao fundador da cidade, Inácio Barbosa.

“Comemorar a fundação de Aracaju é sempre muito importante porque olhamos para o passado e vemos o trabalho que aqui foi desenvolvido pelo fundador da cidade e por todos que aqui passaram dando suas contribuições para que chegássemos, depois desses 164 anos, a esta data, com uma cidade bonita e aconchegante. Ainda existem problemas, mas com trabalho, vamos resolvê-los para que a nossa capital cresça, se desenvolva e se transforme. Comemorar o aniversário de Aracaju é sempre uma esperança de que o futuro será melhor”, destacou Edvaldo, acompanhado da primeira dama, Danusa Silva.

O gestor municipal ressaltou também que, para celebrar os avanços do presente com olhos voltados para o futuro, várias assinaturas de ordens de serviço e inaugurações serão realizadas até o próximo dia 12 de abril. “O sentido desse aniversário é apresentar as vitórias que tivemos nos dois anos e preparar a cidade para os próximos que virão. Dentro desse trabalho tem muitas ordens de serviço, que darão início a obras planejadas, e inaugurações como a unidade de saúde do 17 de Março, as infraestruturas do Pantanal, Barroso, e da Canal 3 do Augusto Franco, que representa uma grande obra de mobilidade urbana. Queremos mostrar que com trabalho, dedicação e compromisso faremos a cidade se desenvolver e se tornar cada dia melhor para os aracajuanos”, salientou.

Responsável pela condução da Missa em Ação de Graças, o arcebispo de Aracaju, Dom João José Costa, lembrou as responsabilidades de cada cidadão para colaborar com o desenvolvimento da cidade. “Nosso compromisso é o de contribuir para que Aracaju continue sendo este espaço de bom viver para todos. Que nossa cidade continue, cada vez mais, avançando, na qualidade de vida para todos que residem na nossa capital”,

Para o secretário geral de Governo, José Carlos Felizola, representante do governador Belivaldo Chagas na solenidade, a comemoração pelos 164 anos de Aracaju simboliza a esperança por dia melhores. “Aracaju é uma cidade próspera, bem cuidada, de um povo honesto e trabalhador. Hoje, participamos desta missa para agradecer a Deus por tudo o que tem feito por nossa cidade, mas também para pedir proteção e para que nossos governantes continuem contribuindo para que ela possa crescer, trabalhando sempre pelo seu povo, porque é disso que precisamos”, enalteceu.

Homenagem

Da colina, prefeito e autoridades foram para a praça do Mini-Golfe, onde ocorreu o segundo evento do dia. No local, Edvaldo, acompanhado do vereador Seu Marcos e da secretária municipal da Educação, Cecília Leite, deu início às homenagens com o hasteamento das bandeiras. Logo após houve o acendimento da pira pelo gestor municipal e pelo aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental EMEF Professor Diomedes, Genysson dos Anjos, seguido pela aposição de flores, no monumento em reverência a Inácio Barbosa, fundador de Aracaju, que foi conduzida pela Banda de Música do 28º BC.

Em seu discurso, o prefeito Edvaldo Nogueira destacou o privilégio de poder participar do ato, pela nona vez, como chefe do Executivo. “Tem um significado especial. É simples, mas ainda assim é muito marcante. Aracajuano que sou de coração, aprendi a amar esta cidade, que me deu tudo que tenho. Me sinto um felizardo por participar deste momento, mais uma vez”, salientou acrescentando os desafios encontrados ao retornar ao comando da gestão municipal. “Encontramos grandes problemas, mas não paralisamos. Com esperança, coragem e destemor, assumimos a Prefeitura, e hoje a cidade já é outra. Pagamos o salário em dia, realizamos obras em bairros que mais precisam, investindo R$310 milhões, reformamos 30 escolas, construímos duas e vamos dar ordem de serviço em uma no Santa Maria, nos próximos dias”, frisou.

Ao falar das contribuições que a atual gestão tem dado para o desenvolvimento e progresso da capital sergipana, Edvaldo ressaltou ter se inspirado na força e coragem do fundador da cidade, Inácio Barbosa. “Por isso, perante Inácio, reafirmo que não me desesperei quando encontrei a cidade com tantas dificuldades e me mantive firme para trabalhar para melhorar a vida da nossa gente. Homenageando a Inácio Barbosa, homenageio a todos os aracajuanos nascidos aqui, ou não, que deram suas contribuições na construção desta cidade. Aproveito para reassumir compromissos e garantir que darei o melhor de mim. Não resolverei todos os problemas da cidade, mas darei minha contribuição, doando o melhor de mim para Aracaju voltar a ser a capital da qualidade de vida do país”, reafirmou.

Antes de encerrar, bastante emocionado, o prefeito assegurou ao estudante Genysson, que o acompanhou no acendimento da pira e na aposição de flores, que “vai trabalhar para que a juventude tenha um futuro melhor”. “Vocês representam o futuro da nossa cidade, representam a importância da educação para que cresçam e se desenvolvam. Tudo o que eu puder fazer, eu vou fazer para melhorar a vida dos aracajuanos, preparando um amanhã melhor para os nossos jovens. Que façamos um grande esforço para que todos os Genyssons e Marias possam ter dignidade no futuro”, refletiu.

Acompanharam as solenidades o secretário geral de Governo, José Carlos Felizola, representando o governador; o deputado estadual Zezinho Sobral; os deputados federais Fábio Mitidieri e João Daniel; o tenente coronel de Infantaria e comandante do 28º Batalhão de Caçadores, José Fernandes Carneiro dos Santos Filho; o capitão de Fragata da Capitania dos Portos de Sergipe, Alessandro Pires Black Pereira; os vereadores Seu Marcos, Américo de Deus, Juvêncio Oliveira, Antônio Bittencourt; o reitor da Universidade Tiradentes, Joubert Uchôa; e secretários municipais.

Comente: