Coronavírus: com redução de óbitos e internações, Prefeitura amplia reabertura econômica em Aracaju

O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou, nesta sexta-feira, 31, as novas medidas para o enfrentamento ao coronavírus na capital sergipana. O novo decreto se adequa ao reenquadramento da fase laranja, adotado pelo Governo do Estado, e que autoriza a reabertura gradual das atividades econômicas. A decisão foi tomada em reunião com o Comitê de Operações Emergenciais (COE), em que foram apresentados os novos dados de evolução da covid-19 em Aracaju. O levantamento mostrou uma redução de 15% no índice de internamentos em leitos de retaguarda da rede pública, e de 35% no índice de mortalidade, nos últimos sete dias, fatores considerados determinantes para a retomada da economia na cidade. Na reunião também ficou estabelecido que a frota de ônibus da capital passará a operar com 80% da capacidade em horário de pico.

“Acabamos de fazer mais uma reunião para discutir sobre a situação da covid-19 em nosso município e a perspectiva de retomada das atividades econômicas na cidade. Observamos que há uma queda, tanto no número de internamentos como também nos casos de óbitos. Pela média móvel dos últimos sete dias, comparada aos 14 dias anteriores, que é o novo parâmetro utilizado por nós para medir o avanço da doença, foi constatada uma queda de 15% nos internamentos em leitos de retaguarda e de 35% no índice de mortalidade em Aracaju. Ainda há um número elevado de casos, mas já há também uma estabilidade nos últimos 14 dias”, afirmou o prefeito.

Diante da redução nos índices de internamento e mortalidade, e do quadro de estabilidade de casos, Edvaldo destacou que “é possível seguir as decisões do decreto estadual, com a reabertura gradual das atividades, também em Aracaju”. “A partir de hoje estão autorizados a abrir todos os serviços que já haviam sido considerados como essenciais, assim como os que foram reenquadrados na mesma categoria, no anúncio realizado ontem pelo Governo. Templos e atividades religiosas também estão autorizados a abrir, com a capacidade máxima de 30%, quatro vezes por semana, às terças, quintas, sábados e domingos. Estamos dando um grande passo, mas peço que todos os empresários cumpram com as medidas de segurança, tanto dos funcionários quanto dos clientes”, ressaltou. 

Pelo novo decreto, estão autorizados a reabrir serviços de fisioterapia, odontologia, terapia ocupacional, nutrição, psicologia, fonoaudiologia e podologia. Se somam a eles escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagem etc), operadores turísticos e atividades de treinamento de desporto profissional, lojas de calçados, confecções e utensílios. Também terão permissão para retomar às atividades, todos os dias da semana, lojas de cosmético, livrarias, salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal, lojas de artigos de escritórios e papelaria. 

Igrejas e templos religiosos também estão autorizados a funcionar, com capacidade máxima de 30% e por quatros dias na semana (terças e quintas-feiras, sábados e domingos), desde que sejam seguidos todos os protocolos sanitários. Ficou estabelecido pelo decreto municipal o aumento da frota do transporte coletivo, que passará a operar com 80% da capacidade, em horário de pico, a partir de quarta-feira, 5. Já nos finais de semana e fora do horário de pico, o quantitativo de ônibus segue em 50%.

Testagem

O prefeito também reforçou seu apelo aos aracajuanos, para que continuem cumprindo as medidas sanitárias e salientou que, os avanços no Plano de Retomada da Economia dependem da consciência coletiva. “Quero pedir às pessoas que usem máscaras, não aglomerem e tomem todas as medidas de precaução porque a doença não desapareceu. A retomada da economia não quer dizer que está tudo bem, que a doença foi vencida. O vírus continua circulando, ainda temos um número grande de casos em nossa cidade e, por isso, precisamos nos unir, ainda mais, entes públicos, empresários e sociedade, para que esse plano de retomada avance”, frisou. 

Edvaldo destacou ainda que a Prefeitura seguirá trabalhando de maneira intensa para combater o coronavírus na capital sergipana, mas que “a partir deste momento, esse trabalho estará alinhado com a nova etapa que iniciamos”. O gestor também informou que, novas medidas serão adotadas pela gestão municipal para evitar a propagação do vírus na cidade, como novas testagens nos bairros. 

“O nosso trabalho continua e não diminuiremos o ritmo. A partir da próxima semana, iniciaremos uma testagem em massa nos bairros para identificar as pessoas contaminadas com o vírus, e, além de fazer o isolamento de cada uma delas, delimitar o raio de pessoas com quem houve contato. Isso nos ajudará muito neste momento e nos permitirá ter um controle da doença, evitando a sua proliferação. Além disso, a partir de quarta-feira, a frota de ônibus passará a circular com 80% em horário de pico. Este é um início de uma nova etapa que inclui um trabalho ainda maior da nossa parte, de combate, de manutenção dos leitos de retaguarda, de estrutura, de atendimentos nas unidades de saúde, mas também de reabertura gradual da economia”, reiterou.

Dados atuais

Pelo levantamento atualizado da pandemia em Aracaju, a capital registrou, até o momento, 28.375 casos confirmados. Destes, 9.879 estão em isolamento domiciliar e 374 em internamento. Do total de casos confirmados, 17.585 pessoas já se recuperaram e 537 vieram a óbito. Há ainda 43 casos sob investigação. A taxa de ocupação dos leitos de retaguarda em Aracaju está em 50%. 

Comente: