BRT começa pela Euclides Figueiredo

“Vai melhorar e muito”. Assim declarou a dona de casa Maria de Lourdes Silva em relação à obra na avenida Euclides Figueiredo. Moradora da localidade há mais de 15 anos, a senhora afirma que vai mudar a realidade do local, principalmente para ela que depende das vias públicas, tanto para caminhar, quanto para transporte com a implantação do Bus Rapid Transit (BRT).

Com início há pouco menos de um mês, a obra segue em ritmo acelerado e vai aumentar as dimensões das pistas e reconfigurar o eixo viário das avenidas Euclides Figueiredo e Paulo Figueiredo, que cortam os bairros Santos Dumont e Lamarão. Também vai garantir a requalificação urbana de toda a extensão. As duas vias ficarão melhores e vão resolver um problema histórico de tráfego intenso entre a Zona Norte da capital e o município de Nossa Senhora do Socorro.

Com a conclusão da obra, o local será via para um corredor exclusivo para o BRT. “A Euclides Figueiredo terá um corredor para o sistema baseado no uso de ônibus de tráfego rápido, pois fará uma ligação entre localidades importantes na cidade. Após a conclusão, a população será a principal beneficiada, já que haverá uma melhora significativa no trânsito da região”, explicou o superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Nelson Felipe.

Com investimentos de mais R$ 8 milhões em recursos conveniados, esta obra significa avanços consistentes na mobilidade daquela região que, historicamente, sofreu com engarrafamentos e congestionamentos. Com mais esta obra, a atual gestão da Prefeitura de Aracaju, vencendo a crise e demonstrando compromisso em modernizar a cidade e melhorar a vida dos cidadãos, concilia políticas públicas integradas de urbanização, mobilidade e infraestrutura, comprovando, assim, que crise se vence com muito trabalho.

“Com essa obra, muitas melhorias vão ser trazidas para a região, principalmente no futuro, com a implantação do BRT. Morei um tempo em Curitiba, e se for naquele modelo, Aracaju vai avançar e muito”, comentou o comerciante e morador de região, Valdir Carvalho.

Da mesma forma, o policial civil, Pedro Evangelista, comemora e elogia a iniciativa da obra. “Aqui estava precisando mesmo, pois, em horário de pico, era horrível. Com isso, o trânsito vai fluir e, com esse transporte novo, haverá muitas melhorias para todos que precisam”, conta.

Para a estudante Marcleiane Oliveira, tudo que for para melhorar é válido. “O trânsito aqui é muito intenso e, com certeza, é um avanço para todos que vão usufruir disso tudo”, concluiu.

Deixe uma resposta