Administração economizou R$ 8,5 milhões com comissionados no primeiro quadrimestre de 2017

Nos primeiros quatro meses de 2017, a administração municipal obteve uma economia de R$ 8.513.399,16, em relação ao mesmo período de 2016, com o pagamento de cargos em comissão. Fruto da determinação do prefeito Edvaldo Nogueira, a Prefeitura de Aracaju vem buscando reduzir despesas com pagamento de comissionados, adotando uma estratégia de otimizar a utilização de mão de obra para o funcionamento da gestão.

Comparativamente, nos primeiros quatro meses de 2016, foi gasto com o pagamento de comissionados R$ 23.685.386,33, enquanto, em 2017, na atual administração, foram gastos R$ 15.171.987,17, representando uma economia de 36%.

Os índices também se verificam na comparação entre os cinco primeiros meses de 2016, com o mesmo período de 2017, mantendo o percentual de economia em 36%. Mês a mês, os dados apontam a evidente redução desses gastos na atual gestão. No mês de janeiro, comparando-se 2016 (R$ 5.765.128,37) com 2017 (R$ 3.191.106,20), verifica-se uma economia de 44,6%. Entre fevereiro de 2016 (R$ 5.884.953,69) e de 2017 (R$ 3.714.092,04), chega-se a um percentual de economia de 36,9%. Em março, 2016 (R$ 5.950.441,10) e 2017 (R$ 4.091.452,41), uma economia de 31,2%.

Em relação a abril, no ano de 2016 (R$ 6.084.863,17) e 2017 (R$ 4.175.336,52), a economia foi de 31,4%. Já no mês de maio, entre 2016 (R$ 7.608.117,29) e 2017 (R$ 4.929.463,87) a diferença percentual foi de 35,2%.

No total, nos cinco primeiros meses de 2016, foram gastos R$ 31.293.503,62, enquanto no mesmo período de 2017, o valor foi de 20.101.451,04, representando uma economia de 36%.

 

Comente: