Ação Cidadã leva projeto Gabinete nos Bairros para Zona de Expansão

Com a finalidade de melhor atender a população, ouvindo as reivindicações diretamente das pessoas que habitam as distintas regiões da capital, o vereador Thiaguinho Batalha (PMB) idealizou o projeto Gabinete nos Bairros que permite que cada pedido, seja posteriormente uma indicação levada ao gabinete do prefeito.

Desta vez, o serviço do Gabinete dos Bairros foi levado pelo evento Ação Cidadã, para atender as solicitações dos moradores de diferentes localidades da Zona de Expansão. Queixas relativas ao acesso ao posto de saúde Santa Terezinha, são as que mais têm destaque entre a comunidade do Porto Sul, de acordo com a presidente do conselho local de saúde, Olga Mota.

“A grande reivindicação, no momento, da comunidade daqui, é essa: que o transporte conduza o pessoal da Zona de Expansão ao posto Santa Terezinha, que fica no Robalo. Para ir à unidade de saúde que atende esse pessoal, tem que pegar um ônibus aqui [Porto Sul], ir para o terminal Atalaia e pegar outro ônibus, para ir finalmente ao posto Santa Terezinha. É um posto muito bom, tem uma quantidade enorme de serviço disponível para a comunidade, com os médicos excelentes. É uma pena que as pessoas daqui dessa região não possam chegar até lá a não ser que pague um taxi, ou vá lá na Atalaia e volte”, declarou.

A dona de casa, Maria de Fátima Monteiro, também relatou sobre as dificuldades para receber atendimento clínico e sobre situação em que se encontra as ruas da vizinhança. “Nós fizemos reivindicações tanto em relação a pavimentação aqui da nossa rua aqui na Aruana, Rua H nº 40, no Costa Verde II, e também no acesso de ônibus, em relação ao deslocamento até o posto Santa Terezinha. Porque para chegarmos lá ou vamos no carro próprio, de táxi, ou temos pegar um ônibus destino terminal Atalaia para depois pegar um ônibus que passe no Mosqueiro, em frente ao posto. Descer do coletivo ali em frente ao Condomínio Melício Machado é muito perigoso”.

Já para as mães, a acessibilidade de serviços básicos de educação e lazer é uma questão a ser aprimorada. “Eu acho muito importante ter esses eventos aqui, e principalmente, podendo colaborar com melhorias para o nosso bairro. Melhorias que eu quero muito para mim aqui, para a minha filha. Não só para a minha filha, como para outras mães que desejam muito isso. Que de vez em quando, querem vir numa praça brincar, mas os brinquedos estão, ali, todos quebrados. Não tem uma escola pública e às vezes tem mãe que não podem pagar e fica filho sem estudar”, declarou Flávia Cristiane, moradora da região.

Comente: