Carmelitas e mais 60 blocos desfilam nesta terça-feira

O tradicional Bloco das Carmelitas é uma das mais de 60 agremiações que desfilam hoje (5), terça-feira de carnaval, na cidade do Rio de Janeiro. Segundo a prefeitura, o bloco que faz a festa pelas ladeiras de Santa Teresa, na zona sul da cidade, deve atrair cerca de 10 mil pessoas, a partir das 10h.

Em seu 29º carnaval, o Carmelitas surgiu, como muitos blocos cariocas, de uma brincadeira entre amigos. “O bloco foi fundado por um grupo de rapazes que jogava ‘pelada’ onde hoje é o Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Essa galera bebeu um pouco demais e resolveu fundar um bloco. E o bloco deu suas primeiras batucadas em agosto de 1990”, explica o diretor Alvanísio Damasceno.

Para ele, a popularidade do Carmelitas deve-se a dois fatores. “Ele sai em Santa Teresa, que já é um bairro charmoso por si só. As pessoas chegam lá e ficam deslumbradas. E, em segundo, o apreço que o bloco tem por esse bairro. A gente tem sempre uma questão territorial mais forte que os outros blocos. A gente sempre fala do nosso bairro, tanto das coisas boas quanto dos problemas”, diz Damasceno.

Por pouco, o Carmelitas ficou de fora do carnaval deste ano. Apenas na última sexta-feira (1º), poucas horas antes do primeiro desfile, marcado para aquele dia, o bloco conseguiu autorização do Corpo de Bombeiros.

Outros blocos

Além do Carmelitas, estão previstos hojeblocos que costumam atrair multidões, como o Giro do Arar/Fervo da Lud, que deve levar 100 mil pessoas à rua Primeirode Março, no centro da cidade, a partir das 10h, para pular ao som da cantora Ludmilla.

Quem também deve atrair uma multidão é a Orquestra Voadora, que espera receber 80 mil pessoas no Aterro do Flamengo, a partir das 15h. Para o segundo desfile de carnaval da Banda de Ipanema, a partir das 17h30, são esperados 50 mil foliões nas ruas do bairro da zona sul.

Pelo menos mais seis blocos esperam arrastar mais de 10 mil pessoas nesta terça-feira: Vagalume o Verde (Jardim Botânico, a partir das 10h), Sobrinhos do Tio Bio (Leblon, a partir das 11h), Empurra que Pega (Leblon, a partir das 15h), Banda das Quengas (Centro, a partir das 18h), Clube do Samba (Copacabana, a partir das 18h) e Banda do Largo da Segunda-Feira (Tijuca, a partir das 18h).

O horário divulgado marca o início dos desfiles, mas muitos blocos começam a concentração duas ou três horas antes dos horários.Edição: Graça Adjuto

Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

Comente: